2009: Prêmio Estrela do Carnaval é entregue em ritmo de festa e feijoada

A entrega da segunda edição do prêmio Estrela do Carnaval, oferecido pelo site Carnavalesco em parceria com o SRZD, foi um sucesso. O evento aconteceu na tarde deste domingo, no Hotel Intercontinental, em São Conrado, Zona Sul do Rio. Servidos por uma feijoada completa, os convidados e premiados festejaram com muito samba e integração entre as agremiações.

A entrega do prêmio começou com a escola que fez o Melhor Desfile do Ano, segundo o corpo de jurados, o Salgueiro. Ao lado do segundo intérprete, Celino Dias, da bateria comandada pelo mestre Marcão, e do carnavalesco Renato Lage (que levou os troféus de Melhor Desfile, Melhor Carnavalesco e Melhor Conjunto de Fantasias), a presidente Regina Duran agradeceu à iniciativa do site e também à Liga. "O prêmio é de todas as escolas que fizeram um belíssimo carnaval não só do Salgueiro", disse a representante da vermelho-e-branco, campeã do Carnaval 2009, e bicampeã do Estrela do Carnaval.

Outra mulher que subiu ao palco representando a alma feminina, no Dia Internacional da Mulher, foi a presidente da Mocidade Alegre, escola campeã de São Paulo, Solange Bichara. Ela fez questão de agradecer e declarou estar emocionada. "É uma honra estar participando desse prêmio no Rio. Gostaria de parabenizar o nosso intérprete Clóvis Pê, que faz aniversário hoje, e todas as mulheres que fazem o carnaval neste dia tão especial".

  Em clima de amizade, todos puderam curtir e se divertir com a apresentação de cada vencedor. O ponto alto ficou por conta do intérprete Neguinho da Beija-Flor, que ainda se recupera de um câncer e cantou o samba-enredo da Mangueira com Luizito e compositores da verde-e-rosa. Houve também o momento em que o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, fez um desabafo sobre o carnaval e o julgamento do Grupo Especial.

Pouco antes de seguir com a premiação, o presidente da Liesa foi ao palco para falar sobre sua visão do carnaval e do prêmio. "Eu quero dizer que nossa instituição é da maior lisura. Temos como exemplo o Império Serrano, que desceu, mas desceu com honra. Nosso carnaval foi marcado pela grandiosidade. Destaco também a integração, vemos Beija-Flor, Mangueira, Portela e outras dando a dignidade ao título do Salgueiro. O que acontece aqui é bem diferente do que acontece na liga de baixo (referência a Lesga, que comanda o Grupo de Acesso A)", afirmou Castanheira, que chamou o jornalista Sidney Rezende para mediar o seminário sobre o julgamento do carnaval, que a Liesa pretende realizar ainda este ano.

O segundo premiado a subir ao palco foi o coreógrafo da comissão de frente da Vila Isabel, Marcelo Misailidis. Os integrantes estavam com a fantasia do desfile oficial e fizeram a coreografia apresentada no Carnaval 2009.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira da Vila Isabel, Julinho e Rute, recebeu o troféu na categoria. A dona do pavilhão da escola do bairro de Noel fez uma homenagem ao bailarino e coreógrafo Misailidis. "Não podemos esquecer da ajuda fundamental que recebemos do Misailidis e da sua esposa", afirmou.

A Vila Isabel continuou no palco, mas desta vez sob o comando do coreógrafo Marcelo Sandrini, do carro "Bota-Abaixo", o abre-alas da escola, que venceu na categoria Originalidade. "Nossas verdadeiras estrelas do carnaval são vocês", disse, empolgado, referindo-se ao integrantes da alegoria. O carnavalesco Alex de Souza disse que o reconhecimento do trabalho é dele e do carnavalesco Paulo Barros, que não pôde comparecer. Sobre o enredo para 2010, ele declarou: "Não sei ainda qual será, mas se for sobre Noel Rosa ficarei muito feliz. Espero que seja".

Em seguida foi a vez da Melhor Bateria do Grupo A. Comandados por mestre Riquinho, os ritmistas da União da Ilha fizeram uma performance impecável, que rendeu os 40 pontos e o prêmio Estrela do Carnaval. Ao mesmo tempo foi ao palco a coreógrafa da comissão de frente da escola, Luciana Yegros, que também foi premiada, junto aos seus integrantes. Ela dedicou a vitória a eles, quem chamou de "meus meninos".

Ainda no Grupo A, a Estácio de Sá foi representada por seus componentes fantasiados, pelas baianas e pelo casal de mestre-sala e porta-bandeira, Tuninho e Patrícia, vencedores na categoria. Além deles, esteve presente também o carnavalesco Cid Carvalho, que recebeu o prêmio de Melhor Desfile no Grupo A. Emocionado, ele fez um desabafo revoltado com a posição da escola, que ficou no quinto lugar. "Ninguém vai conseguir convencer nenhum integrante da Estácio de que fizemos um desfile mediano, porque quinto lugar para mim é o meio, já que são dez escolas. Ninguém na escola entendeu as notas e dessa vez não vou ficar calado. Estou revoltado e triste, porque nós e o carnaval estamos perdendo uma representante tão importante, nossa querida presidente Lílian Martins", desabafou.

  De volta a premiação do Grupo Especial foi a vez dos passistas vencedores receberem seus troféus. No masculino, Anderson Lima, da Viradouro, deu seu show de elasticidade e irreverência. No feminino, Vânia, da Mocidade, mostrou toda sua beleza, leveza e sensualidade na dança.

Em seguida, a bateria do Império Serrano fez uma demonstração espetacular, assim como na Avenida no domingo de carnaval. Comandada pelo incomparável Mestre Átila, a vencedora da categoria fez sua performance dando o tom na apresentação da Melhor Ala das Baianas, vencida pela Imperatriz, e embalando o Melhor Samba-Enredo, da Mangueira.

  Este foi o momento em que aconteceu o mais emocionante fato da festa. O Melhor Intérprete, Neguinho da Beija-Flor, cantou o hino da Verde-e-Rosa do Carnaval 2009 ao lado do intérprete oficial da Mangueira, Luizito e dos compositores Lequinho, Jr. Fionda, Gilson Bernini e Gustavo Clarão.

Neguinho também cantou o samba da sua escola e fez um discurso, interrompido pela emoção do momento. "Agradeço principalmente ao meu médico que está cuidando de mim. Eu também não poderia estar bem se não fosse minha esposa. É aquela frase "na alegria e na tristeza, na saúde e na doença" e, infelizmente, ela só pegou a parte da doença. Eu repito: agradeço a Deus e a todos que rezaram e continuam orando pela minha recuperação", disse.

Antes do último prêmio ser entregue à Portela, como vencedora de Melhor Escola (segundo a Associação dos Correspondentes Estrangeiros), o mestre de bateria da Porto da Pedra, Thiago Diogo, recebeu o troféu na categoria Revelação. Com a responsabilidade de substituir Mestre Louro, ele ficou muito feliz pela homenagem.

A Águia de Oswaldo Cruz e Madureira encerrou a festa de premiação do Estrela do Carnaval com uma apresentação de se tirar o chapéu e que contou com a participação dos integrantes de diversas alas. O diretor da carnaval Junior Scafura recebeu o prêmio e fez questão de exaltar a harmonia da escola.

O encerramento da festa foi com muito samba e um até a próxima edição do Estrela do Carnaval, já premiando os melhores do Carnaval 2010.