Tucuruvi faz ensaio técnico carregado de emoção e força da comunidade

Por Fiel Matola

holidayDepois de vê seu ateliê em chamas, o Tucuruvi ficou desolado com a situação, mas com apoio das coirmãs e da Liga SP, ela poderá fazer um desfile digno neste carnaval e não será avaliada. O presidente Seu Jamil conversou com o site CARNAVALESCO sobre o momento da escola.

– O Tucuruvi vem para este ensaio com toda a superação possível, em respeito ao sambistas, à Liga das Escolas de Samba de SP, em respeito ao espetáculo. Por isso, não poderíamos deixar de comparecee à pista hoje e no dia do desfile. A escola virá dentro do regulamento completo – pontou o presidente.

E parece que as palavras do presidente surgiu efeito, a escola veio com força, renascida das cinzas, movida pela emoção.

Comissão de Frente

print9_enFoi um dos pontos mais alto da noite, prestando uma homenagem as escolas de samba de São Paulo, que estão ajudando na confecção das fantasias. Com as blusas das 14 escolas do Grupo Especial, os componentes fizeram uma coreografia e que em diversos momentos paralisavam como estátuas. O ponto alto é quando o 15º componente levanta um cartas com a palavra ‘gratidão’. Ele foi muito aplaudido pelo público.

– Estamos agradecendo aqueles que estão ajudando o Tucuruvi nesse momento, a fantasia da comissão de frente foi queimada. Perdemos tudo, mas estamos fortalecendo para um desfile digno – disse a coreógrafa Mônica Oliveira.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Kawan Alcides e Waleska Gomes, que também perdeu algumas partes das suas roupas, estava sem fantasia. A graciosidade dela ao carregar o pavilhão pode ser notada, assim como a garra do seu companheiro. A porta-bandeira comentou a ajuda que está recebendo por conta do incêndio do ateliê.

tucuruvi_ensaio2101-3– Da nossa fantasia, tinha algumas estruturas lá, como penas, cabeças e leques de cima. A gente contou com a solidariedade de muitas pessoas, apoio de lojas, casais amigos sempre perguntam se precisam de ajuda para colar, e etc. Estamos contando com o apoio do carnaval inteiro – citou Walesca.

O mestre-sala falou ao site CARNAVALESCO que mesmo sem ser pontuado virá com garra.

– Infelizmente, nós não seremos julgados. Mas, independente de nota ou não, estamos trabalhando desde abril e vamos mostrar com garra nosso trabalho. Colocar o sorriso no rosto, com muita alegria e muita dança – disse Kawan.

Harmonia e Samba

Impulsionados pelo acontecimento no ateliê, não só os componentes cantaram, mas também o público presente aplaudiu muito, principalmente, no verso: ‘pode aplaudir’, ponto de animação do samba. Esse gesto de generosidade do público fez com que a escola cantasse com muita força. O Tucuruvi tem que ficar de olho, pois apesar de nos refrões a escola explodir, nas demais partes ela deixa a desejar. Outro problema que ocorreu foi na saída do segundo recuo, quase não se ouvia o carro de som, nos refrões a escola segurou bem, mas no restante do samba não.

tucuruvi_ensaio2101-2– A escola mostrou que dentro de cada um tem uma força. Nossa hora vai chegar. Eu me surpreendi hoje com a comunidade, o fato que não queríamos que acontecesse acabou dando uma força para a escola. Vamos vir com tudo na pista, a gente deve esse show para todos os telespectadores – declarou o interprete Alex Soares.

Evolução

Com 59 minutos, o Tucuruvi vem com samba que tem várias referências para gesticulação no corpo e isso ajudou o componente que brincou leve e solto. Ponto alto para as baianas que deram um show. Emocionante quando o samba diz “em nome do pai” e todas elas fazem o sinal. Sem muitos percalços o Tucuruvi passou bem no quesito.

Bateria

A Bateria do Zaca com bossas dentro do samba brincou no Anhembi. Na parte “em nome do pai” todos pulam e gritam “pai”. Em outro momento, nessa mesma parte do samba, eles agacham só subindo em “sou eu”, ficando assim agachados quase a segunda parte inteira do samba, e o público aplaudiu. Mestre Guma Sena fez o balanço da bateria. – Minha bateria veio com qualidade musical, com muito amor e emoção.

tucuruvi_ensaio2101-4Outros Destaques

Cinthia Melo, rainha de bateria, chamou a atenção vindo com o corpo metade com fantasia e a outra enfaixada e com maquiagem como se tivesse sido queimada, em mais uma menção ao incêndio. Até lente branca ela colocou. As passistas plus size deram um show à parte. De bem com o corpo as meninas sambaram e se divertiram felizes da vida.