A força do povo levou o samba no Tuiuti

'Escola de samba, raiz de verdade! Sou comunidade, eu sou Tuiuti'. Foi assim que a Paraíso do Tuiuti definiu na manhã deste sábado seu samba-enredo para o Carnaval de 2013, quando terá o humorista Chico Anysio como enredo. A parceria vencedora foi André Kaballa, Leandro Kfé, Junior Santana, Thiago Meiners e Sonia Cabral, que ganhou seu primeiro samba na agremiação. O carnavalesco Cid Carvalho, que também é da Mangueira, comunidade vizinha da escola, vai ser o responsável pelo desfile. Em entrevista para o site CARNAVALESCO, ele disse a homenagem para Chico será alegre.


* Clique aqui e ouça o samba para 2013

– Não se pode falar de uma pessoa que levou tanta alegria para as pessoas com tristeza. Disse aos compositores que não era uma homenagem póstuma, e sim uma homenagem de um Chico vivo em nossos corações – afirmou. O carnavalesco revelou ainda que as fantasias das alas já estão em fase de reprodução e a escola realizará ainda no mês de outubro uma grande festa para apresentar os protótipos.


 
A parceria vencedora foi a última a se apresentar na longa noite da final. O intéprete Tiaozinho Cruz defendeu o samba que foi um dos seis a disputar a única vaga para hino oficial da escola. A festa teve início às 20h e o resultado do samba vencedor saiu pouco antes das 6h da manhã.

– Cada um escreveu um samba completo, trocamos ideias e sugestões pela internet e depois nos reunimos pessoalmente e discutimos quais partes ficariam no samba oficial. Para finalizar colocamos a melodia em cima e gravamos. Gastamos em torno de R$ 4 mil em toda a disputa. O mais importante de ganhar samba na escola é porque foi aqui que conhecemos o processo de composição de samba-enredo em 2009, através de um convite do então carnavalesco Eduardo Gonçalves. Foi aqui que aprendemos a escrever e fomos evoluíndo ao longo do tempo – disse o compositor Thiago Meiners.


* Veja aqui fotos da final

O presidente da escola, Renato Thor, revelou que a escola vai gastar R$ 1 milhão e 800 mil aproximadamente no desfile de 2013. Com isso, Cid Carvalho afirmou que o carro abre-alas já está pronto e que o segundo começará a ser confecionado. O ensaio técnico da escola no Sambódromo será no dia 16 de dezembro.

Retornando ao comando da bateria, mestre Claudinho Tuiuti disse que já começou a aprimorar o andamento e o ritmo, focando na uniformidade dos instrumentos. A bateria ainda não tem bossas prontas para o samba vencedor, mas a diretoria buscará a partir de agora trabalhar o hino oficial com desenhos em cima da melodia. Em entrevista ao site CARNAVALESCO, o comandante dos ritmistas falou sobre a avaliação do som de 2012 do Sambódromo e o que esperar da bateria Super Som em 2013.
 
– O som foi regular. Ainda estava em fase de teste, parece que agora que foi submetido a todas as noites de desfiles, a própria organização fez uma avaliação no geral e sendo assim, vai melhorar muito mais a qualidade apresentada no último carnaval. O que toda a diretoria espera é a conclusão de um grande trabalho onde o resultado seja a conquista das notas máximas. Vamos tentar imprimir um andamento entre 146 a 148 BPM (batidas por minuto). Quanto as bossas, podem ser de três a quatro, isso depende muito da inspiração dos criadores e a execução do momento bom do desfile, mas Deus já está nos abençoando, pois a escola escolheu um grande samba e vai nos facilitar na criação.
 
Sobre o grau de importância do samba para o sucesso do desfile o mestre declara: – O sucesso no desfile já sai quando toda a escola está focada para fazer um grande desfile, desde o empurrador das alegorias ao intérprete que é a voz guia na Avenida. A administração dá o suporte, os componentes cantam forte e fazem a evolução e a bateria imprime o ritmo. Depois é só agradecer a Deus pelo momento e deixar a alegria tomar conta do ambiente. É nesse clima que a Paraíso do Tuiuti vai pisar forte na Avenida e se consagrar campeã do Carnaval 2013, fazendo essa justa homenagem ao Chico Anysio, que levou tantas alegrias as casas do povo brasileiro com seus personagens.

Antes da final, a escola recebeu a visita da dançarina Scheila Carvalho, que foi rainha da bateria no Carnaval 2012. Scheila não só corou a ex BBB Mayra Cardi, nova rainha, como anunciou que não deixará a escola e desfilará como musa da agremiação no próximo carnaval. A nova rainha, que é natural de Cuiabá, revelou que por conta do posto na escola está se mudando para o Rio de Janeiro para se tornar uma rainha sempre presente com a sua bateria.

Como foram as apresentações dos finalistas
 
Parceria de Cosminho Magnata – Primeiro samba a se apresentar na noite, levou uma grande torcida bem empolgada e utilizando muitos adereços de mão como: bolas e bandeiras. Fogos de artifício foram ouvidos no início da apresentação da parceria. Letra "pra cima", porém a torcida em sua maioria só cantava com garra nos refrões do meio e principal o que prejudicou a evolução da apresentação.

Parceria de Nonô do Tuiuti – Apresentação com menos força da noite. Com uma letra extensa, pareceu cansar o público presente. Fogos, bandeiras, balões e fitas prateadas enfeitavam a torcida que assim como a quadra não correspondeu. O palco tentou, tentou e tentou.
 
Parceria de Aníbal – No terceiro samba da noite parecia que a disputa tinha enfim começado. Com Ciganerey, ex-intérprete da agremiação puxando o samba concorrente, o público se identificou e correspondeu. Muitos fogos durante toda a apresentação. Segmentos também foram vistos cantando o samba que teve chuva de papel picado, muitas bolas e bandeiras. Torcida empolgada, porém pecou no momento em que apenas ela teria que cantar. A maior parte só cantou os refrões.
 
Parceria de Zezé – Entrou na briga, evoluindo muito bem. O samba mais cantado na noite. A torcida investiu em fogos de artifício dentro da quadra chamando a atenção do público. A compositora Zezé do palco pedia emocionada para que a quadra entrasse no samba e foi muito bem atendida.
 
Parceria de Bagulinho – Com um refrão chiclete "Chegou no céu o Chico Anysio", que ficou na boca do público na quadra o samba fez uma boa apresentação. Teve a menor torcida da noite, mas os poucos que lá estavam cantavam com garra, assim como os cantores animados no palco. Adereços de mão, chuva de prata e alguns fogos.

Antes do resultado, o intérprete oficial Daniel Silva conversou com o site CARNAVALESCO e disse que já está pronto para a gravação, que acontecerá na próxima terça-feira:
 
– Estou com meu dever de casa feito, os seis sambas estão na ponta da língua. A partir da escolha procuraremos achar o tom ideal para a comunidade cantar e a bateria tocar, alcançando o nosso objetivo final que é fazer um trabalho bonito, simples e correto.

 

Comente: