Acadêmicos do Grande Rio vai participar da manifestação pelos royalties de petróleo

Defendo a não distribuição das receitas de petróleo do Rio de Janeiro para outros estados em seu enredo para o Carnaval 2013, intitulado “Amo o Rio e vou à luta: ouro negro sem disputa”, a Acadêmicos do Grande Rio estará presente, na noite desta segunda-feira, 26, na manifestação que políticos, atletas e artistas de diversas áreas promovem para tentar convencer a presidente Dilma Rousseff a decidir a favor dos estados produtores de petróleo na disputa pelos royalties.

Cerca de 100 integrantes da escola de samba participarão do movimento, batizado de “Veta, Dilma: contra a injustiça, em defesa do Rio”. A agremiação se apresentará no palco principal da manifestação, por volta das 19h, na Cinelândia, no Centro do Rio.

Presidente da escola, Edson Alexandre convocou, entre os principais segmentos da tricolor de Duque de Caxias, a bateria de Mestre Ciça, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Luís Felipe e Verônica Lima, o intérprete oficial Emerson Dias e integrantes da Velha Guarda.

– O Rio de Janeiro produz 83% do petróleo do país e essa produção é fundamental para a economia do nosso estado. Queremos, em nosso desfile, que o público entenda a importância do petróleo para o povo e que reconheça a importância de defender uma causa como essa. Posso dizer que é um dos temas mais relevantes do Carnaval 2013 e vai valer a pena falar do petróleo, produto essencial para toda a sociedade e, principalmente, para os estados produtores. Convocamos nosso time para a manifestação e os amantes da Grande Rio que quiserem se juntar na festa contra a injustiça serão muito bem-vindos – afirma o presidente.

No desfile do ano que vem, a Grande Rio será a quarta escola a entrar no Sambódromo, na segunda-feira de Carnaval.