AESCRJ revela projeto por Sambódromo em Deodoro. Passarela de Cabo Frio é o espelho

O Carnavalesco conversou com o vice-presidente da AESCRJ, Fernando Leopoldino, sobre o projeto enviado à Riotur, para que a Passarela de Desfiles dos Grupos de Acesso C, D e E seja fixa no novo Autódromo a ser construído no bairro de Deodoro.
 
– O nosso projeto já está nas mãos da Prefeitura sendo analisado. A intenção é que nosso Carnaval seja semelhante ao de Cabo Frio, onde os barracões e a Passarela de desfiles ficam no mesmo local, facilitando o deslocamento das agremiações e profissionalizando ainda mais o Carnaval. Pensamos em Deodoro devido as obras do novo Autódromo, mas o projeto se adequa a qualquer lugar, basta haver terreno disponível para a construção – afirmou o dirigente.

Barracões e Mudanças no Regulamento
 
De acordo com o diretor de carnaval da Associação das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, Márcio Zuma, as quatro escolas despejadas do Carandiru (Dendê, Vigário Geral, Boca de Siri e Unidos de Lucas) serão alocadas no barracão do Campinho, conhecido como Carandiru 2. As demais escolas cujos barracões estão localizados na Zona Portuária, terão um novo local ainda não definido, com aluguel a ser pago pela Prefeitura até que haja um espaço definitivo.Já com relação às mudanças no regulamento para o próximo carnaval, a novidade fica por conta no aumento de 45 para 50 minutos o tempo de desfile no Grupo C. As escolas poderão levar também no máximo dois carros alegóricos e quatro tripés. Já no Grupo D, um carro alegórico e três tripés. E no Grupo E, um carro alegórico e dois tripés no máximo são permitidos.

Foi definido também que, até o Carnaval de 2014, sobe uma escola do Grupo C para o Grupo B e descem cinco do C para o D. Já nos Grupos D e E, também até 2014, dscem seis escolas e sobe apenas uma.