Amizade une porta-bandeiras Danielle Nascimento e Verônica na preparação para o Carnaval 2018

danieveronicaRivalidade só na hora do desfile. Essa é a máxima que une Danielle Nascimento, porta-bandeira do Tuiuti, e Verônica Lima, que defende o pavilhão da Grande Rio. Amigas de longa data, resolveram se unir e malhar juntas para alcançar mais condicionamento físico. Fazem academia, trilha, treino funcional, corrida… Tudo em busca dos tão desejados 40 pontos.

– Nessa reta final precisamos trabalhar pesado. Temos que ser guerreiras. O carnaval é logo ali – aponta Danielle.

Apesar de defenderem escolas diferentes, Danielle e Verônica não se preocupam com isso no dia a dia. Para elas, a competição tem que acontecer só na hora do desfile. Fora da Sapucaí, a amizade deve prevalecer, sempre.

– Somos amigas de longa data e resolvemos nos unir porque uma dá força pra outra. Precisamos dar um gás agora na reta final rumo ao carnaval. Além de estarmos fazendo isso por conta da nossa amizade queremos sermos exemplo para as pessoas. Os sambistas precisam se unir pra que a gente mude esse quadro geral que estamos passando no momento – afirma Verônica.

A rotina de treinos e academia geralmente é árdua, mas com uma boa companhia pode se tornar prazeroso. Foi por isso que Verônica teve a ideia de convidar Danielle para treinarem juntas.

– Nossa ideia é uma motivar a outra, o que acho que as escolas deveriam fazer. Porque o carnaval é uma religião, é vida. Somos uma grande família, então precisamos estar sempre nos unindo. Uma escola tem que ajudar a outra, não podemos deixar o samba morrer. O sambista tem que ser o primeiro a fazer por ele mesmo.

Amizade de mais de 20 anos

danieveronica2Dani e Verônica se conhecem há muito tempo, mas por um período andaram um pouco distantes, mas agora voltaram a se encontrar e a amizade ganhou força.

– Somos amigas há muitos anos, já nem lembro quantos (risos). Acho que há mais de 20 anos. Fui na apresentação dela na Grande Rio, minha mãe foi madrinha. Sempre tivemos carinho uma pela outra. Mas esse ano os laços de amizade se estreitaram mais ainda. A Verônica começou a me chamar: Vamos! Vamos malhar?’. E eu fui – relembra Danielle, que emenda.

– Estamos encontrando força uma na outra e motivação pra irmos atrás dos nosso objetivos. É muito melhor quando a gente treina acompanhada. E como um grande líder meu me dizia: eu não sou tão bom quanto todos nós juntos. Quando fazemos algo com amor, parceria, união, amizade… Se torna muito mais prazeroso e valoroso. Acho que a vitória é mais garantida quando a gente faz um time, quando faz algo unido. Estamos nesse objetivo de preparo físico pra cada uma individualmente conseguir a nota para nossas escolas. Tem espaço pra todas, o sol brilha pra todo mundo então não tem porque a gente não se unir nesse momento. Vamos com foco, com fé e com amizade e parceria sincera e verdadeira é muito mais gostoso! – finaliza a porta-bandeira do Tuiuti.