André Diniz se diz surpreso com eleição de melhor compositor do Sambódromo

 

 

O compositor André Diniz foi eleito pelos internautas do CARNAVALESCO o melhor compositor dos 30 anos de Sambódromo, com 35% dos votos. Uma conquista e tanto se considerarmos que o professor de história superou nomes como Martinho da Vila, Arlindo Cruz, Beto Sem Braço, Hélio Turco, Tiãozinho Mocidade, entre outros bambas.

Talvez por isso o maior vencedor de sambas da história da Unidos de Vila Isabel tenha ficado surpreso com a escolha dos internautas. – Me sinto até um pouco sem graça pra falar a verdade. Não sei se eu sou o melhor, mas agradeço muito essa escolha e fico muito feliz, declarou o compositor ao CARNAVALESCO.

No domingo, dia 13 de abril, ele será homenageado durante a premiação do Estrela do Carnaval 2014, que acontece na quadra do Salgueiro, a partir das 13h. Você também pode ir na feijoada do Estrela do Carnaval 2014. Pelo terceiro ano, a festa vai reverenciar sambistas da Série A e do Grupo Especial, além de prestar uma homenagem especial àqueles que mais se destacaram ao longo dos 30 anos de existência do Sambódromo carioca. Para a melhor escola de São Paulo, o site CARNAVALESCO vai premiar a Mocidade Alegre. O prêmio também terá uma categoria especial. Chamada de Bem Vindo ao Estrela do Carnaval, a categoria em 2014 vai homenagear a Unidos de Bangu, que venceu o Grupo B, na Intendente Magalhães, e ano que vem desfilará no Sambódromo. A camisa-convite já está à venda na quadra e no Centro Cultural Djalma Sabiá, e custa R$ 35 antecipada. Vale lembrar que não há reserva e tampouco cobrança de mesa na quadra. A ocupação é por ordem de chegada ao evento.

André cita quatro obras suas como as mais queridas, das que foram para a Marquês de Sapucaí. – Não posso deixar de citar 1994, a primeira. 2004 também, o samba que nos trouxe de volta para o Grupo Especial, e claro a de 2013, onde realizei o sonho de compor com Martinho e Arlindo Cruz. Mas para mim a minha maior obra é a de 2012, Angola, definiu André. 

Comente: