Aplausos no seu despertar

A crise imperiana é das mais graves. No Grupo de Acesso, cheia de dívidas e em meio a uma guerra em sua comunidade, a escola vive seus dias mais difíceis. Ainda assim é capaz de mostrar que não é "qualquer uma". O samba-enredo escolhido na madrugada de
terça-feira comprova que seu DNA está mantido.

Casa de mestres como Silas de Oliveira, Beto sem braço e Arlindo Cruz (entre outros) o Império Serrano é fonte das mais destacadas no gênero samba-enredo. Isso, desde sempre, faz parte do seu jeito de ser. E não vai mudar – pelo menos no próximo carnaval.

O samba que vai cantar Vinícius de Moraes é, sem sobra de dúvidas, um dos mais bonitos do ano. Suave sem deixar de ser valente,
poético sem deixar de ser descritivo, inovador sem perder a tradição… ousado como todo bom samba deve ser. É uma delícia para quem gosta do gênero ouvir sua melodia sinuosa e envolvente. Os refrãos são duas bênçãos!

Axé, Império Serrano! Parabéns aos compositores que o escreveram e à diretoria que soube escolhê-lo para proporcionar mais um desfile emocionante desta escola tão importante para o nosso carnaval. Desperta, Império! Vá à luta! Supere as dificuldades e mostre quem és!

Meus aplausos estarão lá para te agradecer!