Arrastão na Santa Cruz, Fernando de Lima faz arrepiar e vence mais uma vez

Se “a voz que encanta o Rio de Janeiro” é a de Antonio Carlos, o compositor que encanta a Acadêmicos de Santa Cruz é Fernando de Lima. Nesta sexta-feira, a verde e branca escolheu seu samba para o Carnaval 2012 e o nome do vencedor não é nada desconhecido. Com 10 vitórias na escola, ele sabe o que justifica o sucesso.

– Minha paixão pela escola é muito grande. Quando você escreve para quem ama, é de coração – disse ele, acrescentando o que diferenciou sua obra dos outros três finalistas.

* Clique para ouvir o samba da Santa Cruz para o Carnaval 2012

* Veja galeria de fotos da final da Santa Cruz

– Esse samba tem melodia bonita e letra para frente – afirma o compositor.

Ao anunciar o vencedor, o presidente Zezo explicou que os votos do homenageado e do carnavalesco Lane Santana fizeram a diferença. Fernando de Lima comemorou.

– Para nós isso é muito importante, já que ele se sentiu reconhecido através das palavras.

O único estreante no grupo de compositores é Ivan Ribeiro, que conquistou a primeira vitória na Santa Cruz acompanhado de veteranos como Doutor e Charuto, que já foram campeões oito vezes e Marcelo Borboleta, que venceu seis.

* Veja o vídeo do samba campeão da Santa Cruz

As apresentações dos sambas finalistas foram realizadas em duas partes. A primeira, mais curta, teve apenas uma passada sem bateria e duas com o acompanhamento dos ritmistas. Na segunda, com a torcida do samba de Fernando de Lima usando coroas e segurando bolas e bandeiras, foi visível a animação do público, contagiado pela obra.

No palco, o grupo de cantores era só alegria. Quando apenas a torcida defendeu o samba, o canto teve uma leve caída, explodindo nos fortes refrões. O resultado foi divulgado já com a quadra vazia, mas a festa acabou na rua.

Estrela da festa e muito assediado, o radialista Antonio Carlos esteve sorridente o tempo todo. Ele chegou antes da meia-noite e permaneceu na quadra até cerca de 4h30, pouco antes do resultado. Questionado se é um amante do samba ele respondeu:

– Claro, sou crioulo.

O radialista comentou ainda que ficou bastante surpreso quando recebeu a notícia de que teria sua história contada pela verde e branca para o Carnaval de 2012.

– Não acreditei porque achava que não poderia ser enredo de uma escola de samba, mas me convenceram – afirmou ele, que promete fazer uma grande festa na Marquês de Sapucaí.

– Vou levar vários amigos da rádio e vai ser muito bom encontrar com o público que me ouve todos os dias.

Segundo o presidente Zezo, o desfile da Santa Cruz terá ainda também outra importância.

– A gente busca sempre homenagear quem tem referência com a nossa cidade e ele tem a cara do povo brasileiro, mas o enredo servirá também para homenagear a imprensa.

Ao CARNAVALESCO o presidente adiantou que o Antonio Carlos estará no último carro e que a bateria vai representar a época em que ele fez parte da equipe de paraquedistas do exército. Zezo comentou ainda que o orçamento é de R$ 1,5 milhão.

Em seu primeiro ano na Santa Cruz, o carnavalesco Lane Santana explicou que o enredo vai contar a história do rádio, fugindo da vida pessoal do seu homenageado, com quem tem mantido conversas constantes.

Ele comentou que a confecção das alegorias será iniciada no dia 1º de novembro, devido à mudança de barracão. Enquanto isso, a produção das fantasias é uma prioridade. O carnavalesco revelou que os componentes usarão roupas volumosas, porém leves.

Há cinco na Santa Cruz, a porta bandeira Thaisa está à vontade com a escola, e disse que a amizade com o parceiro tem facilitado o trabalho.

– Já estamos ensaiando e conheço o Eduardo há muito tempo, somos amigos. Por isso, falta de entrosamento não é um problema.

Uma das grandes surpresas da escola promete ser a comissão de frente, que representará o início da difusão do rádio. O coreógrafo Carlos Muvuca, que já está há nove anos na Santa Cruz, adiantou que seu trabalho é desafiador.

– Outros já tentaram fazer e não deu certo. É um trabalho complicado, mas  começaremos a ensaiar na segunda-feira eu espero apresentar a coreografia já no ensaio técnico.

Quem também promete novidades é o mestre de bateria, Rafael. 

– O público vai ver muita empolgação. Estamos planejando coisas novas e preparando os ritmistas, mas ainda não vou falar para manter o suspense – brincou.
 
Mas curiosos terão que esperar até o desfile, no dia 18 de fevereiro, já que eles garantiram que não pretendem revelar o segredo.

Responda: o que você achou do resultado?