ARY… DA PORTELA…

Que do Cavaco o quê… isto era antes, Ary…

Agora és nosso; da Portela: ARY DA PORTELA.

Teu nome na história ‘ta lá: LAPA EM TRÊS TEMPOS.

Sei que para você ter vencido cinco campeonatos desfilando por tua escola querida foi mesmo muito importante. Tão importante  quanto para nós, para nós e para nossos filhos será  por toda vida, onde quer que haja uma roda de samba nesse país enorme,   ouvir os primeiros acordes e versos de um samba maior:

“VEM DOS VICE REIS
E DOS TEMPOS DO BRASIL IMPERIAL

É o teu nome na história, Ary. Na história da tua escola, na história do samba brasileiro.

E mais tanto fizeste pela Portela… nada maior que esse samba, mesmo que naquele ano escola nenhuma pudesse vencer o Salgueiro.

Cantamos tão bonito a Lapa de outros tempos e  trator vermelho e branco  cantando o Ganzê, cantando o Ganzá.

Fora do carnaval, uma década depois da “Lapa”, você e seu parceiro Bebeto, em “Reunião de Bacana” mandaram o recado para quem quisesse ouvir.
Se da LAPA você falou dos tempos de hoje e de outrora, da ”Reunião de Bacana”, lá em 1981, você já falava do Brasil de hoje, daquela época, e do Brasil do futuro:

“SE GRITAR PEGA LADRÃO
NÃO FICA UM,MEU IRMÃO…
SE GRITAR PEGA LADRÃO…
NÃO FICA UM.”

Pôxa  Ary, que dupla com Bebeto, bem que poderia ser o hino oficial da campanha contra a corrupção. Quem sabe?

Mas agora foste embora, dormindo… tranquilo. Que bom que foi assim.

Dá uma vontade enorme, Ary, de decretar teu samba de 2012 como vencedor da disputa. Que vontade que dá!

Acabar hoje, agora com a disputa.

Mas  logo  contigo, não dá. Quem foi por tantos anos presidente da nossa ala de compositores sabe que não é assim que a banda toca. Sabe que, mais do que nunca, mas mais do que nunca mesmo, a Portela precisa escolher o seu melhor samba, se é que quer sair do buraco.

Que teu samba seja o vencedor se ele for o melhor, o melhor para a escola.

Agora não estás mais aqui…

Chico Santana está por aí por cima, todo prosa, comemorando 100 anos.

Que dê tempo para chegares para a festa.

Vamos ficar por aqui torcendo para teu samba, repito, se ele for o melhor.

E Torcendo para a festa do Chico ser animada.

Torcendo para quando chegar a data do teu centenário a tua escola te faça uma festa bem bonita.

Tão bonita como a que os Portelenses orgulhosos estão  fazendo agora para Chico Santana.

Valeu Ary Do Cavac… quer dizer…Ary da Portela.