Bate-Papo com casal de mestre-sala e porta-bandeira da São Clemente, Fabrício e Denadir

 

 

Carnavalesco – Qual é a importância de ensaiar no Sambódromo?

Fabrício Pires e Denadir – Marcar o tempo/espaço! Na quadra é uma coisa, aqui é outra, onde essa dinâmica de tempo/espaço tem que ser testado, aqui hoje será uma grande brincadeira, um momento de entretenimento, com bastante responsabilidade e seriedade, não vamos nos apresentar com a coreografia do desfile oficial. O Ensaio técnico serve para localizarmos as cabines de jurados e está na Marquês de Sapucaí nos expira muito, nos emociona, mesmo não tendo ensaio ou desfile oficial,

Carnavalesco – Como é a programação de ensaio por semana?

Fabrício Pires e Denadir – O nosso coreografo Bonifacio Junior está nos ensaiando de três a quatro vezes na Sapucaí e na cidade do samba ,linkado com a comissão de frente, na sexta feira o ensaio é na nossa quadra, que não é bem um ensaio, mas, nos ajuda a desenvolver

Carnavalesco – O que vão representar no desfile oficial?

Fabrício Pires e Denadir – Estamos no primeiro setor e vamos vir de cangaceiros, o setor vai trazer o agreste e a guerra de Canudos, no momento é só o que podemos falar.

Carnavalesco – O que é melhor: desfilar na cabeça da escola ou à frente da bateria?

Fabrício Pires e Denadir – alguns anos atrás ficar a frente da bateria era muito bom, a emoção pulsava, mas, em frente à bateria tem uma Rainha e muitos fotógrafos, que nos atrapalhou muito, atrás da comissão de frente é melhor,  podemos com

Carnavalesco – Para a dupla, o que é mais importante no quesito. A dança, a bandeira lá no alto ou a forma de cortejar do mestre-sala?

Fabrício Pires e Denadir – A elegância do casal como um todo! Ver um bom casal de mestre-sala e porta-bandeira, é outro naipe e refinamento, onde o cortejo, a dança e principalmente o pavilhão tremulando,  nos dá confiança, para fazer um bom trabalho, um bom desfile. 

Comente: