Bateria é destaque em ensaio apenas regular da Rocinha

 

 

Não era tarefa das mais fáceis para a Acadêmicos da Rocinha brilhar em uma noite que ainda teria as favoritas Estácio de Sá e Império Serrano. Apesar do esforço da simpática agremiação do bairro de São Conrado, a bateria Ritmo Avassalador, de mestre Maurão, conseguiu se destacar em um ensaio técnico mediano da escola. Harmonia e Evolução deixaram a desejar na passagem da azul e verde da Zona Sul.

 

* VÍDEO: VEJA COMO FOI O ENSAIO

 

* AQUI: FOTOS DO ENSAIO

 

Júlio César Caju, diretor de harmonia da Rocinha, analisou o ensaio técnico. – Foi muito proveitoso. Só tivemos um ensaio técnico antes de hoje, que foi na praia. O canto da comunidade me surpreendeu. As pessoas estão motivadas. A tendência para o desfile é melhorar ainda mais o canto e repetir o show que nós demos no ano passado.

 

CLIQUE AQUI PARA COMPARTILHAR ESSA MATÉRIA NO SEU FACEBOOK

 

Comandados por mestre Maurão, que foi eleito pelo site CARNAVALESCO um dos destaques do ensaio, a bateria Ritmo Avassalador deu um show de criatividade, com bossas bem desenvolvidas e uma evolução linear. Entrou e saiu do recuo sem qualquer problema e terminou sua apresentação comprovando que neste quesito a Rocinha tem condições de conquistar a nota máxima. – Achei bom. Só fizemos um ensaio de rua. Andamento que eu quero, cadenciados. É muito importante ensaiar aqui por conta da acústica. Dá pra sentir o andamento da escola. Precisamos ter mais ensaios e de preferência com o som oficial da avenida. Da forma como é temos o som longe. Receber um prêmio desse demonstra que nosso trabalho está sendo bem realizado. Minha bateria esta 90% pronta – afirmou mestre Maurão, que ganhou o calendário do ano de 2014 feito pela Brazil Carnival Ooah!.

 

* VEJA AQUI: LUIS CARLOS MAGALHÃES ANALISA O ENSAIO

 

A Rocinha levou um contingente reduzido para o seu ensaio, mas mesmo assim demorou mais de 1 hora para terminar o seu ensaio. Já passava das 20h quando Leléu, que conduziu com muita habilidade o samba, começou a entoar os sambas de esquenta da escola (lembrando os carnavais de 1992 e 2005) e já tinham quase 10 minutos quando a obra de 2014 de fato começou a ser entoada pelo carro de som.

 

Comissão de Frente

 

Com 14 componentes sem qualquer fantasia, mas apenas com a camisa do ensaio, a comissão de frente realizou uma coreografia irreverente, em cima da letra do samba e dando a entender que no desfile oficial algo lembrará a praia da Barra, enredo da Rocinha. Os integrantes da comissão cantaram o samba o tempo todo.

 

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

 

O casal Douglas Valle e Dandara teve seu bailado muito prejudicado pelo forte vento que atingiu a Sapucaí durante a passagem da Rocinha. Na primeira cabine de julgamento, eles tiveram dificuldades em exibir a bandeira, que tremulava muito. Os jovens dançarinos arrancaram tímidos aplausos nas arquibancadas do Setor 3. Na cabine localizada no Setor 6 foi possível visualizar um problema de entrosamento. Dandara esticou a mão para o parceiro, que não conduziu sua dama corretamente. Apesar do vento, Dandara foi valente e soube levar a bandeira com categorias nos momentos difícieis. Por isso, ela foi premiada e ganhou o kit D´ Samba como destaque. – O ensaio técnico é muito importante, principalmente esse na Sapucaí, porque aqui podemos testar a sincronia com a escola. Este aqui é totalmente diferente do ensaio na escola e do nosso ensaio particular (com o mestre-sala Douglas Valle). É importante ensaiar aqui pra gente pode estar impecável na Avenida do dia do desfile oficial.

 

* LEIA AQUI: ANÁLISE DA BATERIA DA ROCINHA

 

Harmonia

 

Foi o ponto crítico do ensaio da Rocinha. Pouquíssimas alas passaram cantando o samba em sua totalidade. A ala localizada atrás das baianas se limitou a cruzar a Sapucaí, sem cantar o samba. As alas próximas a bateria, principalmente as de número 08 e 09 cantaram o samba com alegria, principalmente o refrão no trecho em que cita o nome Rocinha. No último módulo de julgamento, pode-se notar uma escola praticamente calada. De positivo apenas o desempenho sempre competente de Leléu e o carro de som na condução do animado samba-enredo.

 

– Rocinha faz carnaval para alegrar. Nosso samba foi criticado injustamente e funcionou muito bem hoje aqui. Encaixou com as bossas da bateria. A tendência é melhorar. Estamos no caminho certo. Ensaiar na Sapucaí nos dá uma noção correta do que vai ser o desfile. É muito melhor. Só poderia ter mais ensaios.

 

Evolução

 

Também enfrentou problemas no ensaio técnico. Apenas a cabeça da escola possuía alas compactadas e organizadas. Entretanto, mesmo estas se embolaram na altura do recuo. Foi possível ver componentes retornando por dentro da escola e outros falando ao celular em plena evolução da agremiação. Com o relógio marcando mais de 50 minutos de ensaio, foi nítido notar que a Rocinha acelerou a evolução.

 

A Acadêmicos da Rocinha sonha retornar ao Grupo Especial, de onde está afastada desde o Carnaval 2006, com o enredo “Do paraíso sonhado, um sonho realizado – sorria, a Rocinha chegou à Barra”. A agremiação de São Conrado será a 3ª a desfilar na sexta-feira de carnaval pela Série A. Em 2013 a escola terminou na 5ª colocação.

Comente: