Bateria “Não Existe Mais Quente” retoma seus ensaios

 

 

Nesta quarta, a bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel dará início aos seus ensaios rumo ao Carnaval 2015. Os treinos acontecerão sempre às quartas-feiras, a partir das 20h, na quadra da verde e branca.

Ícone do carnaval carioca pela sua identidade rítmica e as diversas invenções que trouxe para o segmento ao longo de sua história, a bateria "Não Existe Mais Quente" conta com a coordenação de Andrezinho e o comando dos mestres Dudu e Beréco. A diretoria da Mocidade aposta na continuidade do trabalho que visa manter as características de uma das referências culturais do Rio de Janeiro.

– Vamos trabalhar baseados naquilo que está escrito nas justificativas. Ficamos muito próximos dos 40 pontos em 2014. Então a proposta é manter o que está sendo feito e vem dando resultado, além de trabalhar mais com as caixas e os surdos de terceira – afirma Andrezinho.

Na última semana, houve uma reunião entre a direção de bateria e os ritmistas. De acordo com Andrezinho, o cronograma do trabalho foi passado, assim como a impressão da diretoria da escola com o trabalho feito no último carnaval.

– A reunião foi muito positiva e o clima na bateria está legal. Os ritmistas estão sentindo muita confiança no tratamento que estão recebendo. A direção da escola gostou do nosso trabalho e não medirá esforços para nos dar todo o suporte necessário – conta o coordenador da "Não Existe Mais Quente".

A invenção da paradinha, pelo mestre André, e a criação do surdo de terceira, por Tião Miquimba, são algumas das novidades introduzidas pela bateria da Mocidade no carnaval carioca. Em 2015, a verde e branca levará para a Marquês de Sapucaí o enredo "Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só lhe restasse um dia", que será desenvolvido pelo carnavalesco Paulo Barros.

Comente: