Beija-Flor vai recordar Ratos e urubus na homenagem para Joãosinho Trinta

A última alegoria do desfile da Beija-Flor no Carnaval 2012, que teria como principal destaque Joãosinho Trinta, terá uma alusão a uma das mais célebres criações do carnavalesco: o Cristo Mendigo, carro que abriu do desfile “Ratos e urubus rasguem a minha fantasia”, que a azul e branco levou à Marquês de Sapucaí no Carnaval de 1989. João, que morreu no dia 17 de dezembro, seria um dos homenageados no espetáculo da escola de Nilópolis no próximo Carnaval, no espetáculo que terá como tema os 400 anos de fundação de São Luís do Maranhão, cidade natal do artista. Em 89, a Beija-Flor foi vice-campeã, mas o desfile é lembrado como um dos mais marcantes da história da Passarela do Samba carioca.

A convite de Laíla, o professor e diretor de teatro Amir Haddad, que em 1989 foi responsável pela comissão de frente e pela preparação dos componentes que cruzaram a Avenida na alegoria, também participará da homenagem ao ilustre maranhense.

– Recebi o convite do Laíla com muita emoção, porque minha relação com o João foi muito intensa naquele ano. Quando me chamou para fazer parte do desfile, o João me disse que eu carnavalizava o teatro e que ele queria que eu teatralizasse o carnaval dele – comentou o criador do grupo Tá na rua, que, a pedido de Laíla, vai tentar reunir o maior número possível de componentes que estiveram na Avenida há 23 anos.

– Muitos dos que participaram do desfile ainda estão no ‘Tá na rua’, mas vou tentar localizar outros. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone 21-2220-0678. Tenho certeza que muitos vão querer participar – concluiu Amir Haddad.

Além do pessoal do Tá na rua, atores da Companhia Amor e Arte também participarão da homenagem a Joãosinho Trinta, que assinou os desfiles da Beija-Flor de 1976 a 1992, período em que a escola conquistou cinco campeonatos.

Deixe seu comentário abaixo: