Capitão Guimarães: ‘Ninguém da Vila foi buscar a família Vieira Alves. Eles que se apresentaram’

 

 

Em assembleia na quada da Vila Isabel, na noite de quarta-feira, o ex-presidente da escola e da Liesa, Ailton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, apareceu e fez um desabafo sobre a situação da escola. Lembrando os tempos de declarações fortes e claras, ele não poupou críticas ao ex-presidente da Vila, Wilson Vieira Alves, o Moisés, e sua família, que comanda a agremiação.

– Ninguém da Vila Isabel foi buscar a família Vieira Alves em casa. Eles que se apresentaram. Então, a obrigação do presidente é fazer pela escola. A Vila Isabel não pertence a ninguém. Ninguém vai ganhar com pressão. Aqui ganha quem tem dedicação e trabalho. Não posso concordar com a mudança de estatuto escondida, onde o maior ícone da nossa escola, que se chama Martinho da Vila, é destituído do cargo de presidente de honra. O seu Moisés não era nem nascido e o Martinho já era Vila Isabel. Não se pode concordar com a vice-presidente ser proibida de entrar no barracão da escola pelo seu Moisés. Ele (Moisés) não tem mais função nenhuma na escola. Não vim para brigar, mas para compor. Fazer eleição democrática, honesta e em prol da Vila Isabel – disse Capitão Guimarães.

O ex-presidente da Liesa conduziu o encontro e fez a sugestão que foi aceita para que a eleição presidencial da Vila Isabel ocorra o mais rápido possível. – Proponho que seja feito um novo recadastramento de sócios, que pode começar em 10 dias. Ele terá duas chapas compostas por dois membros da chapa da Dona Beta e duas pessoas da situação. Com uma pessoa mediando. Podendo aparecer até uma terceira chapa. O recadastramento servirá para votar na eleição e participar quem é efetivamente da comunidade. Não pessoas que nunca desfilaram na agremiação e são convocadas pelo Facebook. Isso não é assim. Tem que ter um pouco mais de respeito, principalmente, aos mais pobres. Está faltando humildade para atual direção. Por isso, eu estou aqui apoiando a chapa da Dona Beta. A eleição precisa ser feita o mais rápido possível, senão a nossa dificuldade aumentará para montar a equipe de carnaval – explicou.    

Capitão Guimarães reclamou do comportamento da família Vieira Alves com pessoas de outras escolas e integrantes da comunidade. – Não concordo com ameaça aos humildes, por isso, eu estou de volta para essa casa. Sei dos comentários que rondam por aí. O presidente Wilsinho é um garoto que conhece um pouco de carnaval, não serve para administrar, mas conhece um pouco. A dona Rita conhece um pouco do ateliê. Não sou inimigo deles, mas não concordo com a maneira perversa que administram a escola, principalmente, o seu Moisés, que maltratou pessoas e integrantes da escola – afirmou.

O ex-dirigente ainda falou do Carnaval de 2014. – Esse ano eu fiquei com vergonha e me senti campeão com o décimo lugar. Foi uma vergonha. Há muitos anos que não vejo uma escola do Grupo Especial com pessoas sem fantasias. É um completo desdém. A Vila Isabel ganhou dinheiro para fazer um belo carnaval – disse.

Ailton Guimarães Jorge citou que o momento para o desfile de 2015 já está complicado para Vila Isabel. – Hoje, nós não temos profissional que queiram trabalhar para Vila Isabel e nem empresas que queiram vender para escola. Não vamos mais arruinar por três anos o resto que ainda resta. Vamos, como diz o samba do Martinho, dar a volta por cima e renascer das cinzas.

Comente: