Caprichosos renova com Hélio e Beth Bejani

 

 

Um dos grandes momentos do desfile da Série A em 2014 foi a passagem da comissão de frente da Caprichosos de Pilares pela Marquês de Sapucaí. Como não poderia ser diferente, o segmento comandado por Hélio Bejani e Beth Bejani conseguiu todas as notas máximas e, de quebra, conquistou os principais prêmios oferecidos pelos veículos especializados. De contrato renovado com a azul e branca, a dupla quer se superar em 2015.
 
– Temos um estilo que desenvolvemos ao longo de todos esses anos e vamos seguir essa fórmula. Somos uma equipe com disciplina e trabalhamos com muita dedicação e tranquilidade para atender a escola. Em 2015 teremos um grande desafio. Fizemos um ótimo trabalho no último carnaval, e a cobrança é sempre no sentido de nos superarmos – projeta Hélio Bejani.
 
O coreógrafo começou no carnaval em meados da década passada. Levado por Carlinhos de Jesus, trabalhou com o ex-primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Estação Primeira de Mangueira, Marquinhos e Giovanna, e no ano seguinte assumiu a comissão de frente do Salgueiro, onde está até hoje. Fora do carnaval, Hélio Bejani foi um dos principais bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde atualmente é professor da escola de dança e trabalha junto à direção. Já Beth Bejani que, além de parceira no trabalho, é esposa de Hélio, também começou no carnaval coreografando casais de mestre-sala e porta-bandeira e se especializou na função. Ela foi bailarina do grupo Rio Ballet e da TV Globo.
 
Os dois costumam pesquisar individualmente e depois começam a debater as ideias até o acerto final com a diretoria e o carnavalesco. Um traço marcante do trabalho deles é a adequação à realidade financeira da Série A. Hélio destaca a importância de estar imbuído no cotidiano da agremiação para que o projeto saia perfeito.
 
– Nós não somos coreógrafos de trabalhos caros, mas procuramos pensar nisso também. Antes de toda a importância que a comissão de frente tem, é preciso lembrar que somos um segmento da escola. Então precisamos colaborar com a escola. Gosto de transformar uma ideia simples em um grande espetáculo, como aconteceu em 2014.
 
No processo de reconstrução e reerguimento da Caprichosos de Pilares, Hélio e Beth Bejani são ativos participantes. Pelo terceiro ano consecutivo vão coreografar a comissão de frente da escola. Com a experiência de já ter vivenciado grandes momentos em outras agremiações, ele acredita que a escola está no caminho certo.
 
– O Gilberto Nilo (Beto, presidente da Caprichosos) é um cara sério e já participa desse bom trabalho. Tudo leva tempo para voltar a ser o que era e é preciso ter um pouco de paciência. Sempre dou o exemplo da Regina Celi, no Salgueiro, que hoje tem umas melhores administrações do carnaval carioca. Temos uma equipe que possui muita química, e isso é muito importante. Há também a chegada de um novo e talentoso carnavalesco cheio de gás para mostrar o seu trabalho – ressaltou Bejani, que antes de assumir uma comissão de frente auxiliou Ana Botafogo na Mocidade e na Vila Isabel.

A comissão de frente da Caprichosos de Pilares conseguiu a nota máxima no quesito (40 pontos) e conquistou o prêmio Estrela do Carnaval em 2014.

Comente: