CARNAVALESCO visita ensaio técnico da Renascer de Jacarepaguá

 

 

 

 

Estrear no Grupo Especial não é tão simples assim. Por isso mesmo, a Renascer de Jacarepaguá, que vai abrir os desfiles do carnaval 2012 e debuta na elite do carnaval carioca, ensaia seus segmentos quase que diariamente. O site CARNAVALESCO visitou a agremiação e agora você vai saber o desempenho dos desfilantes na série “Ensaio Tecnico de Quadra”.

O bairro de Jacarepaguá está em festa. Pela primeira vez, uma escola da região vai desfilar no Grupo Especial. A Renascer de Jacarepaguá terá essa grande chance e conta muito com a força de sua comunidade para, quem sabe, alcançar grandes voos. A agremiação já começou seus ensaios na rua, às terças-feiras, a partir das 21h30.

Um trio elétrico comandado por Rogerinho Renascer, intérprete oficial da escola e seus cantores do carro de som, já animam os componentes antes do início do ensaio. Eles cantam pagode, sambas e, com isso, já deixam todos num clima descontraído para quando finalmente começam os batuques. A bateria do mestre Paulão fica à frente do trio, acompanhados de passistas, baianas, casal de mestre-sala e porta-bandeira e cerca de 20 alas que compõem o ensaio, que dura aproximadamente 1h30. Os componentes evoluem pelas ruas como se estivessem mesmo no desfie. Tudo acontece com o comando do diretor de carnaval da escola, Alexandre Brites que, ao pegar o microfone, pede muita determinação e garra de todos e que cantem muito. Para sua felicidade, todos ensaiam da forma que o diretor pediu, com um canto da comunidade – diga-se de passagem – muito bom.

Brites conversou com o CARNAVALESCO e explicou sobre o ensaio na rua da agremiação:

– Hoje tenho 1600 pessoas inscritas, com uma frequência de 95%. Já estamos ensaiando na rua. Estamos focando muito no canto, um treino bem pesado. Em janeiro posso fazer dois ensaios na rua se, no meu modo de ver, a comunidade não estiver cantando. Acredito que isso não irá ocorrer, eles estão cantando muito bem, o samba já está na ponta da língua. Também pode acontecer de chegar mais gente em cima da hora e isso fará com que a gente estenda mais um ensaio aos sábado só visando ao canto.

O diretor também falou sobre a importância do ensaio de rua e sobre o que a escola deve fazer no dia do desfile:

– A melhor coisa é você mostrar para o povo como será lá na frente. Aqui fazemos essa brincadeira por pelo menos uma hora. Não adianta só termos uma fantasia bonita; chegamos agora no especial, temos que cantar dobrado, disposição dobrada, ou seja, tudo dobrado. Querendo ou não, as pessoas olham para a gente desconfiados por que subimos agora, então temos que fazer de tudo para acabar com essa desconfiança.

De acordo com o diretor de carnaval, a agremiação vai levar para Avenida 33 alas, sendo 22 alas da comunidade – cerca de 2800 fantasias foram doadas. A escola não vai levar alas inteiras comerciais, para não atrapalhar no canto – elas vão se misturar com as alas da comunidade.

Para o presidente Salomão, o ensaio é altamente válido para um desfile perfeito e correto na Avenida:

– Isso aqui é um treino. Podemos acertar os erros e melhorar gradativamente. Vamos levar daqui a escola 100% pronta. Vamos entrar com 100 pontos e vamos ver o que vai acontecer. Se vamos perder ou não, não sei.

Como participar do ensaio

O ensaio de rua da escola ocorre toda terça-feira, a partir das 21h30. A Av .Nelson Cardoso, no Largo do Tanque, é fechada na altura da quadra. A agremiação vai abrir o desfile no domingo de carnaval, com o enredo “Romero Brito: O artista da alegria, dá o tom da folia”, que está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Edson Pereira.

 

Comente no espaço abaixo: