Casal da Imperatriz ensaia com a mesma seriedade na quadra e Avenida

Um dos casais mais jovens do Grupo Especial, Phelipe Lemos e Rafaela Teodoro mostram a cada apresentação, aos domingos, na quadra da Imperatriz, o talento que lhes rendeu a alguns meses do Carnaval 2011 o convite para defender o pavilhão da escola. A dupla garante que encara os ensaios técnicos de quadra com a mesma seriedade que pisa na Avenida pela Rainha de Ramos.

– O ensaio de domingo é como se fosse pra valer, mesmo não colocando em pratica a coreografia oficial, ele nos ajuda para ganhar mais entrosamento e resistência física – disse Rafaela.

– Estamos ensaiando dois dias por semana e duas horas por dia, fora o domingo, na quadra. Ensaiamos no Largo do Machado, com a Ana Formighieri, nossa coreógrafa. Já montamos a coreografia na academia e estamos lapidando-a para deixar do jeito que a gente quer e irmos nos acostumando. Aqui na quadra é a coreografia de quadra – revelou Phelipe.

 

* Vídeo: veja como funciona o ensaio técnico de quadra da Imperatriz Leopoldinense


Além dos ensaios de dança com a coreógrafa Ana Formighieri, que no ano passado integrou a comissão de frente e agora trabalha com o casal, Phelipe e Rafaela contam com o auxílio da personal trainer Izabel Ribeiro, que comanda atividades na areia, aulas de musculação e lições de controle respiratório. Rafela comentou os benefícios de todo o aparato em torno dos dois.

– Está sendo maravilhoso. A cada ensaio percebemos os avanços no nosso rendimento e ganhamos cada vez mais confiança. Intercalamos, um dia com a Izabel e no outro com a Ana. Ao todo, ensaiamos cinco vezes na semana.

– Temos uma liberdade muito boa para ajudar na criação da coreografia. A comunicação nessa hora só ajuda. A Ana cria e nós incrementamos. A relação com a diretoria também é ótima. Nos dão liberdade e não fazem pressão. Dançamos com muita tranquilidade. Não vamos para a Avenida pensando exclusivamente na nota, apreensivos com isso, mas com a certeza de que temos que fazer o nosso melhor – explicou Phelipe.

O mestre-sala também falou sobre a prova da fantasia do desfile. Segundo ele, o ensaio com a indumentária é feito cerca de uma semana antes do carnaval, num ateliê em Ramos, com as presença de Wagner Araújo e do presidente da escola, Luizinho Drummond.