Cinco motivos para confiar na “nova liga” do Acesso

Caro amigo leitor você deve estar pensando: “dessa vez o Roberto enlouqueceu ou esta ganhando um qualquer por fora para elogiar o que ocorreu no Grupo de Acesso.”

Não pensem isso! Estive na última plenária da Lesga e queria expor a vocês motivos para que possamos dar crédito a nova liga do grupo de acesso e seus Diretores. Para isso vou colocar as perguntas mais frequentes e questionamentos que já ouvi após as matérias divulgadas com exclusividade pelo CARNAVALESCO.

1 – Mudaram de 6 para meia dúzia! Por que assumiu um presidente de uma outra agremiação?

Simples. Quando a Lesga foi fundada seu estatuto dizia que somente sócios ( ou presidentes ) poderiam se candidatar a cargos de diretoria executiva (presidente, vice, financeiro…).

Como ocorreu a destituição de 4 representantes (Inocentes, Santa Cruz, Império da Tijuca e Renascer ) sobraram apenas 6, Ilha e São Clemente (que estão no Especial ) e os 3 que assumiram, Rocinha, Paraíso do Tuiuti e Estácio. Por esse motivo, Déo resolveu se candidatar. Foi a única saída para salvar a instituição ruída.

2 – E o nome Lesga? Vai permanecer?

Não. A primeira ação foi realizada, que era de destituir a antiga diretoria e empossar a nova. Nos próximos dias uma nova assembléia escolhera um novo nome e uma nova logo para a nova liga. Tudo mudará para que não sobrem duvidas de que é uma nova instituição.

3 – No estatuto antigo escolas que não eram fundadoras não podiam votar nem ter opinião. Isso continua?

Não. Na nova assembléia será iniciada a reforma geral do estatuto da nova liga.  É de pensamento da nova diretoria que todos os presidentes tenham vez e voto. Se sua escola não fundou e chegou a nova liga ela será tratada como as demais. Igualdade de opinião para todos. O novo nome, logo e a reforma do estatuto será realizada com a ajuda de todos os presidentes.

4 – E o julgamento? Com essa diretoria podemos dizer que a próxima campeã será Rocinha, Estácio ou Tuiuti?

Não. A nova diretoria compartilha da opinião de que o julgamento deve ser realizado pela Riotur ou por qualquer outra instituição indicada pela prefeitura. Ou seja, eliminamos qualquer suspeita de fraude ou favorecimento.

5 – O Déo Pessoa continua presidente da Rocinha?

Sim, mas apos a reforma do estatuto, ele renunciara o cargo entrando outra pessoa indicada pelo conselho deliberativo da Rocinha. Ou seja, ele se dedicará somente à nova liga.

Amigo sambista, confesso a vocês que também fiquei com pé atrás até ter o entendimento que passei aqui para vocês. Assim como alguns amigos que lêem essa coluna eu tinha motivos de sobra para não acreditar.

Mas agora somente nos resta por fé nesses novos representantes e cobrar. Cobrar muito para que a organização mantenha o nível e que o resultado não seja algo tão duvidoso por conta de diversos fatores investigados no MP.

Comente: