Com reforço de peso no carro de som,Tatuapé leva para a avenida a fé e a devoção a São Jorge

 

 

Com mais de sessenta anos de história e apenas onze participações no Grupo Especial, a Acadêmicos do Tatuapé tem a responsabilidade de encerrar o Carnaval de São Paulo em 2014. Com o enredo “Poder, fé e devoção. São Jorge Guerreiro”, a escola da Zona Leste vai contar a história de São Jorge, na busca pela melhor colocação de sua história, que hoje trata-se de dois terceiros lugares em 1969 e 1970. Ano passado, homenageando Beth Carvalho, a escola que havia acabado de voltar do Grupo de Acesso, terminou na décima primeira posição.

Para 2014 a escola, que conta com Vaguinho desde 2012, ganhou um nome de peso. Trata-se de Wander Pires. Cria da Mocidade Independente, no Rio de Janeiro, o intérprete já passou, dentre outras, por Grande Rio, Salgueiro e está na Imperatriz, no Rio. Em São Paulo, já foi intérprete do Vai-Vai. Na gravação do CD, a escola ainda contou com a participação de Leci Brandão, enredo da escola em 2012.

Assinado por Mauro Xuxa, que desde 2012 é o carnavalesco da escola, o enredo da Tatuapé começa na Capadócia, contando do seu nascimento à sua vida de soldado. Sua liderança frente à tropa o fez ser nomeado. A condenação de Jorge será relembrada nesse primeiro setor.

A veneração desde o Século IV e popularização ao longo da Idade Média estarão no segundo setor da escola. A imagem do santo e a devoção na Inglaterra, onde ele padroeiro, e no Brasil serão relembrados. Padroeiro dos escoteiros, soldados, cavaleiros. Do Corinthians, Beija-Flor, União da Ilha do Governador, Imperatriz, Grande Rio, Porto da Pedra, Gaviões da Fiel e outras de São Paulo. O sincretismo religioso será apresentado no terceiro setor da escola. As festas e tradições pelo Brasil, a associação ao orixá Ogum, os agrados aos orixás e o número da sorte, o sete, serão retratados nesse setor.

As manifestações artísticas sobre São Jorge estarão no quarto setor da escola. As músicas sobre o santo interpretadas por Jorge Ben, Caetano Veloso, Fernanda Abreu e pelos Racionais Mc’s. Os quadros e imagens de Rafael, Donatello e Martinelli serão lembrados. Os contos e filmes, o teatro de Jorge Fernando e a cavalhada do nosso folclore, encerram este setor.

No fim do desfile, a devoção a São Jorge será representada. O dia 23 de abril será lembrado, bem como a popularidade do santo no Rio de Janeiro e a esperança nele depositada. A Acadêmicos do Tatuapé será a sétima escola a desfilar, no sábado de carnaval.

 

 

Autores do samba: Márcio André, Márcio André Filho e Vaguinho

Intérpretes oficiais: Vaguinho e Wander Pires

Participação especial: Leci Brandão

 

Surgia um menino
Valente guerreiro com seu ideal
Nasceu pra lutar contra o mal
É Jorge lá da Capadócia
Com seu cavalo e sua lança
Espalhou a fé e a esperança
Em sua lenda,, salvou nossa gente
Venceu o dragão…
Cruzou continentes
Na caravela a sua imagem
Chegou de Portugal
Fiel padroeiro
Na terra do carnaval

Ogum iê… Iê meu Pai
É proteção, é muito axé
Filho teu não cai

É arte em cena
Canções, poemas
Carrego na pele tua tatuagem
No meu coração força e coragem
Tu és cavaleiro de tantas batalhas
São Jorge guerreiro você nunca falha
E lá vou eu em devoção
No meio dessa procissão

Eu amanheço nos braços da fé
Vi no clarão da lua, sou Tatuapé
Canto forte em oração
Meus inimigos não me alcançarão

 

 

Comente: