Com Rosa Magalhães, Dragões da Real abre as portas para um museu diferente

 

 

Após o excelente quarto lugar no último carnaval, a Dragões da Real vai apresentar em 2014 um “Museu de Grandes Novidades”. Baseado em um artigo do jornalista Arthur Xexéo, a carnavalesca Rosa Magalhães retorna ao carnaval paulistano após onze anos de sua passagem pela Barroca Zona Sul, com a responsabilidade de no terceiro carnaval da escola no Grupo Especial, almejar o título que no ano passado não aconteceu por quatro décimos.

Pelo quarto ano seguido, Daniel Collête será o intérprete da agremiação que surgiu a partir de alguns membros ligados à torcida organizada do São Paulo. Sétima colocada há dois anos e voltando ao Desfile das Campeãs no ano passado, a escola da Vila Anastácio, na Zona Oeste da capital paulista, já vem ameaçando as sempre favoritas por seus desfiles muito bem planejados.

Para esse ano a escola vai relembrar um pouco daquilo que no passado era importante, objeto de desejo ou necessidade em uma época não muito distante, e que hoje foi substituído por outras tecnologias. A máquina de datilografia, a transição entre o disco de vinil e os CD’s, a discoteca, o videocassete e os brinquedos eletrônicos da época serão relembrados pela escola que vai em busca de seu primeiro título do Grupo Especial.

Os sucessos da música, do cinema, da televisão e a moda dos anos oitenta e noventa serão retratados no desfile da escola, que vai fechar a sua apresentação lembrando que foi nessa época, que o Carnaval de São Paulo começou a se estruturar e com o fim dos anos 90, surgia a Dragões da Real. A escola será a quarta a desfilar, na sexta-feira de carnaval.

Autores do samba: Armênio Poesia, Dico, Wagner Rodrigues, Derico, Maurinho da Mazzei e Xandinho Nocera

Intérprete oficial: Daniel Collête

Vem conhecer o meu tempo

Rever os momentos de felicidade

Saudade batendo no peito

Trazendo a recordação

Marcas, lembranças, inventos,

Orgulho dessa geração

Cantei, dancei,

A pista ganhou vida a noite inteira,

No velho som gravei nossa canção,

Do "astro", "um passo" pra consagração

 

Alô criançada, lá vem diversão

Juntando alegria, se faz coleção

Aplausos ao palhaço e à rainha,

"Eu também quero viajar nesse balão!"

 

Grandes filmes e novelas

Cheguei ao cinema, pipoca na mão.

Quem será aquela

Que roubou a cena e o meu coração?

A magia nas cores da tela, um sorriso revela

Personagens trapalhões

E o samba a cada dia se estruturava

A evolução acompanhava mantendo suas tradições

 

Lá vem a Dragões tão bela

Na passarela hoje "vai passar"

Sacode, balança, levanta a galera

É mais "um samba popular"

Comente: