Comentaristas analisam chegada de Rosa Magalhães na São Clemente

 

 

O site CARNAVALESCO procurou alguns analistas de carnaval para repercutir a principal notícia do mundo do samba nesta semana. A histórica chegada de Rosa Magalhães na São Clemente. Com 7 títulos no currículo, Rosa é a única carnavalesca a conquistar ao menos um campeonato nas últimas quatro décadas.

Para o jornalista Eugênio Leal, da Rádio Tupi, trata-se de um desafio duplo, tanto para Rosa quanto para a São clemente. – Para a escola é sem dúvida uma mudança de patamar, uma subida de degraus. E para ela um grande desafio, pode ser a cereja no bolo para coroar uma carreira brilhante – analisou.

De acordo com o colunista do site Galeria do Samba, Fábio Fabato, a chegada de Rosa na São Clemente é um alívio para os admiradores de um estilo de se fazer carnaval. – Eu confesso minha preocupação em ver a professora de fora. Rosa ainda tem muito a dar ao carnaval. Acho que seu estilo vai se casar perfeitamente com o da escola – disse Fabato.

O colunista do CARNAVALESCO, Luis Carlos Magalhães, acredita que a São Clemente pode se consolidar de vez no Grupo Especial com a contratação. – Rosa é uma carnavalesca de muito talento. A São Clemente com ela sem dúvida pode assumir um outro patamar e se consolidar dentro do Grupo Especial, algo que ela já vem buscando desde que subiu lá em 2010 – declarou.

Fora da briga pelo rebaixamento?

Em 2015, a São Clemente vai igualar sua maior sequência desfilando na elite do carnaval carioca. Para os comentaristas procurados pelo CARNAVALESCO ainda é cedo para definir onde a São Clemente pode chegar com Rosa. Fábio Fabato pondera que a disputa em 2015 vai ser muito acirrada e lembra que a escola fez maus desfiles nos últimos anos. – Em teoria devemos apontá-la mais como postulante à permanência. Mas ela pode surpreender e fazer um grande desfile, porquê não? Isso não aconteceu, principalmente em 2013 e 2014, mas pode acontecer no próximo ano.

Um grande desfile é justamente o que falta para uma consolidação definitiva da São Clemente no Grupo Especial, de acordo com Luis Carlos Magalhães. – Em 2012, ela merecia uma melhor colocação, mas caiu nos últimos anos. Com Rosa pode ser a hora desse grande momento da escola para essa confirmação de ser uma escola de Especial.

Eugênio Leal prefere manter os pés no chão. – Eu prefiro aguardar o anúncio do enredo, a safra de sambas. Um bom desfile depende de diversos fatores, não é só ter um bom carnavalesco. Ele precisa ter um projeto interessante e conseguir colocá-lo em prática. Mas o crescimento da escola é um fato – disse.

Enredo deve ser autoral

No ato do anúncio da contratação de Rosa Magalhães, o presidente Renato Almeida Gomes declarou que o enredo a ser desenvolvido pela carnavalesca será autoral. De acordo com os analistas há uma unanimidade em reconhecer que este é mais um ponto positivo. Para Luis Carlos Magalhães é muito mais fácil o desenvolvimento de um enredo autoral. – O artista já sabe o que quer e como vai desenvolver. Só vejo vantagens – analisou.

De acordo com Fábio Fabato há uma carência de bons enredos e desenvolvimentos no carnaval atual e portanto Rosa Magalhães poder fazer um enredo de sua autoria é um diferencial. – Faz enorme diferença. Rosa é uma das melhores enredistas da atualidade. Permitir o voo dela é um grande acerto da direção da escola.

Eugênio Leal acredita que o artista poder criar algo de sua vontade é mais agradável. – Sem dúvida a chance de fazer algo melhor, mais bem desenvolvido, crescem. Todo artista é assim, vai com outra vontade e faz toda a diferença sim.

Rosa Magalhães fez o último carnaval na Mangueira e terminou na 8ª colocação. Em 2013, ela foi campeã com a Vila Isabel. A apresentação oficial dela na São Clemente acontece no próximo dia 17 de maio na quadra da escola.

Comente: