Compositor do samba da Imperatriz, Elymar Santos comenta o que viu no Carnaval 2014

 

 

O cantor Elymar Santos viveu uma emoção especial em 2014. Pela primeira vez teve um samba de sua autoria cantado na avenida. E após o resultado, ele conversou com o CARNAVALESCO sobre como, na visão de folião famoso e compositor, viu o carnaval desse ano.

– O carnaval desse ano foi lindo, todo mundo viu, todo mundo falou. E o povo de uma forma geral olha tudo muito por cima. E muito por cima não se vê os erros. A Imperatriz teve pequenos problemas, mas que não foram do carnavalesco, que fez um grande carnaval, o Cahê arrasou. Não é um problema do presidente da escola, que fez tudo o que pode para essa escola acontecer. São outros problemas, outras coisas. E aí ganha quem erra menos, e a Tijuca errou menos. 

Ao descrever a sensação de voltar ao Desfile das Campeãs, Elymar demonstrou muita alegria ao comentar.

– Hoje é muito difícil você apontar uma escola campeã. Eu fico muito feliz de voltar nas Campeãs, porque acho que qualquer escola que volta no sábado poderia estar em primeiro lugar.

Sobre as posições de outras agremiações, o cantor lamentou a ausência da Beija-Flor no sábado seguinte ao carnaval.

– Acho que tem escola que ficou de fora e fez carnaval bonito também, a Beija-Flor fez um carnaval lindo. 

Porém, para Elymar Santos, a maior prejudicada nesse carnaval foi o Império da Tijuca, rebaixado para a Série A.

– Na minha opinião, a mais prejudicada nesse desfile, foi o Império da Tijuca, que fez um carnaval maravilhoso, um samba lindo. Com aquela função de abrir um carnaval e dar o show que eles deram, o Império merecia estar no Grupo Especial.

Comente: