Compositores da Grande Rio demonstram grande vontade de vencer disputa e prestar homenagem a Santos

Faltam poucas horas para que a Grande Rio escolha o seu samba para o Carnaval 2016, quando homenageará a cidade de Santos com o enredo 'Fui no Itororó beber água, não achei. Mas achei a bela Santos, e por ela me apaixonei…'. Os compositores da escola de Caxias começaram, em junho, uma corrida em direção a vitória: da entrega da sinopse até o dia da inscrição dos sambas, eles frequentaram inúmeros encontros com o carnavalesco Fábio Ricardo e o pesquisador Roberto Vilaronga, visando esclarecer as dúvidas e conhecer ainda mais a história da cidade homenageada. Chegada a semana da grande final, as cinco parcerias que seguem na disputa conversaram com o site CARNAVALESCO e defenderam o porquê suas obras devem ser o hino cantado pelos integrantes caxienses no próximo carnaval.

'Uma escola jovem deve escolher um samba feito por jovens', afirma Lucas Donato

A parceria formada pelos compositores Rafael Santos, Lucas Donato, Gabriel Sorriso, Leandro Canavarro e Gustavo Dias busca o bicampeonato na escola. Eles são conhecidos como os compositores do 'Samba dos Moleques' e é exatamente com esse apelido que o compositor Lucas Donato deseja ver a parceria campeã, na manchete do site CARNAVALESCO na madrugada de domingo: – Acho que a manchete do site, caso a gente ganhe, poderia ser 'A marca da renovação: Samba dos Moleques de novo'. A Grande Rio é uma escola jovem e acho que por também sermos jovens, combinando com a imagem que a escola quer mostrar, o nosso samba deve ser escolhido, com todo respeito as outras parcerias – afirma.

Donato classifica as virtudes do samba em poucas palavras e destaca ainda que a referência feita ao Santos Futebol Clube costuma mexer com o público na quadra: – Nosso samba é a cara da escola, tem um jeito malandreado, alegre e feliz, como é a Grande Rio. A parte em que cantamos 'ÔÔÔÔ Santos' é a que mais mexe com o público da quadra – classifica ele.

Para Deré, o samba de sua parceria 'é como um filho'

A sensação de estar criando um filho rumo ao sucesso é a que passa pela cabeça do compositor Deré, que escreveu um samba ao lado dos amigos J.L Escafura, Rafael Ribeiro, Robson Moratelli e Toni Vietnã: – Acho que meu samba tem que ser campeão porque eu vejo ele como um filho e sempre vamos dizer que nosso filho é lindo e maravilhoso – brinca Deré – Sou chorão e me emociono muito, quero muito que o site CARNAVALESCO registre uma vitória nossa com uma manchete em referência a um trecho do nosso samba: 'Se segura, parceria de Deré vai passar na Grande Rio'.

A brincadeira com a manchete é justamente com o trecho do samba que é mais cantado pelo público da quadra, durante as apresentações do samba, conforme conta Deré: – O trecho 'Se segura, o bonde vai passar' faz referência aos bondes antigos que circulavam nas cidades e em Santos. É a parte que mais mexe com o público na quadra e também minha parte favorita – conta Deré.

Na parceria de Márcio das Camisas, expectativa é a de 'pisar forte'

Um verso do samba da parceria dos compositores Márcio das Camisas, Mariano Araújo, Competência, Kaká e Dinho virou a marca registrada da parceria: 'Pisa forte, Grande Rio'. Além de hashtag (#pisafortegranderio), a frase foi parar nas fotos de perfil dos integrantes e torcedores no Facebook e virou bordão entre os compositores, conforme conta Márcio ao CARNAVALESCO: – Essa é a parte que está mexendo com as pessoas e que virou slogan da nossa campanha, porque considero que disputar um samba seja fazer um campanha. Temos até carro adesivado com o slogan da parceria – conta Márcio.

O compositor acredita que o samba foi bem aceito pelos componentes da Grande Rio e aposta nisso para que ele tenha força na final de sábado – Acho que o nosso samba merece ser campeão porque foi o samba que a escola aceitou, independente de quem fez. Independente de ser o samba do Márcio, do fulano ou do cilano, temos vários segmentos nos apoiando – afirma Márcio das Camisas.

Com toque santista, parceria de Paulo Onça quer fazer a Grande Rio sonhar

O refrão principal começa com 'É a Grande Rio que me faz sonhar', introduzindo o samba da parceria dos compositores Paulo Onça, Licinho Jr, Marcelinho Santos, Rubens Gordinho e Gilney Bueno no mundo dos sonhos. Entre eles, o sonho de conquistar o posto de hino oficial da agremiação de Caxias e levá-la ao primeiro campeonato: – O nosso refrão tem esse verso e uma melodia muito bonita, possui um requinte que me fascina e que tem levantado o público presente na quadra. Acho que se formos campeões, a escola vai ter um grande samba na Avenida – declarou Licinho, um dos representantes do time.

Entre os integrantes da parceria, a participação de compositores de Santos é o destaque, segundo Licinho: – Tivemos a participação de um compositor de Santos na parceria. Nosso samba é bonito e toca o coração das pessoas. Se ganharmos, a manchete que quero ver é 'A Grande Rio faz Caxias sonhar', a partir do nosso samba – imagina Licinho.

Trazendo ônibus com público santista, parceria de Elias Bilico também busca vitória

Dois ônibus chegarão à quadra da Grande Rio na noite de sábado, em Caxias, para prestigiar a escolha de samba da escola. O público que chega nele vem de Santos para torcer para o samba da parceria de Elias Bilico, Cunha Bueno, Henrique Tannuri, Moisés Neguinho e Dionízio. O compositor Dionízio contou ao CARNAVALESCO que a parceria espera a vitória: – Quero ver o site CARNAVALESCO com uma foto do nosso presidente anunciando que somos campeões. Acho o nosso samba completo e muito bom do início até o final – afirmou.

Na quadra, o refrão principal do samba (que começa com 'Chuêê chuêê… chuá chuá') é o que mais tem levantado o público: – As pessoas tem gostado muito do refrão principal,é a parte que mais levanta a quadra. Também temos compositor de Santos na parceria, além do Elias Bilico que é uma figura importante dentro da Grande Rio – finaliza o compositor.