Concorrente Beija-Flor 2012 – Samba 28

 

Autores:  Allysson Ribeiro, Dominguinhos Lopes, Paulo Felipe e Renato Guimarães

Ilha Bela!
Teu fascínio e riqueza despertaram o invasor
De francesa à cobiça holandesa desejou
Portugal te dominou e o barroco estilizou
O índio varonil jamais foi servil
Negro aportou de além mar pro meu Brasil
Trazendo a nobreza e a fé de Daomé
Com seus tambores num canto de axé

Quebrando as correntes da maldade
Semeando a liberdade seu patrimônio se consagrou
Sublime áurea de inspiração
Vou tomar banho na Fonte do Ribeirão 

Cidade dos Azulejos, dos telhados, casarões
Pedras de cantaria, mistérios e assombrações     
Atenas brasileira que o poeta eternizou
No carnaval sou São Luís e Beija-Flor!

Teu folclore tem encantos e magia
O sagrado e o profano em união
Casa das Minas, jêje e nagô
Ayê …crioulas na roda, pungadas de amor
Santuário místico de devoção
Bumba meu boi vai guarnicê meu batalhão
Trinta, Marrom, Rita, Baleiro 
Ouve a Tribo cantar reggae brasileiro
Com ulá lá fofão agita 
Peguei carona no progresso da bauxita  
  
Meu Beija-Flor bailou no ar
Pousou na ilha, onde canta o sabiá                       
Sagrado chão
Eis o poema encantado do maranhão