Concorrente I da Tijuca: Márcio André, Filipe Medrado, Silvana da Ilha, Luiz Neto e Jota Carlos

Intérpretes: Alexandre D´Mendes e Fabinho

Orunmilá me legou a criação
Sou Ìýamì, a mãe ancestral…
Vida e cor… Ô ô
Gèlédé, a feiticeira, na dança das guerreiras
Sou Tiye, eu sou Makeda, Nzinga e Nehanda
Natureza dessa terra
Eu sou negra africana
No novo mundo escravizada
Resistiu como Anastácia
No quilombo foi Dandara
Na corte, Chica nossa glória
E uma Rosa escreveu a sua história

Do povo yorubano… Obatossí!
Vem da nação de Angola… Tuenda Nzambi!
Casa das Minas… Lá no Maranhão
Mãe Jesuína é tradição

Ao som dos tambores em louvor
Sua beleza encantou, musas da inspiração
Estrelas dos palcos e das telas
Nossos aplausos são pra elas
Que pintaram essa aquarela
E por direito conquistaram seu lugar
Na Tijuca, a rainha hoje é…
Negra, Pérola Mulher

Desce o morro da Formiga
Vem na fé de Aparecida
Toda mãe imperiana
Vai brilhar nessa avenida