Concorrente ILHA: PAULINHO SERRÃO E JOÃO BRIZOLA

 

 

AUTORES: PAULINHO SERRÃO E JOÃO BRIZOLA

 


VOU MERGULHAR NA SAUDADE EU VOU
VAMOS REVER NOSSA ILHA
ABRE A JANELA DO CÉU AMOR
VÂ O MENINO DE OUTRORA
AFLORA A POESIA, O LÁPIS NO PAPEL
MULHER QUE TANTO ADORA É A QUE FAZ NINAR
DOS TEMPOS DO QUINTAL, RETRATOS NA MEMÓRIA
O MAR, O BONDE, A BARCA, SONETOS AO LUAR
E O SOL, DESPONTA E BRILHA NO HORIZONTE
DERRAMA EM CORES SUA FONTE
UM ARCO ÍRIS DE INSPIRAÇÃO
LEMBRANÇAS DE IPANEMA E ITAPUÃ
NOS BARES AO SABOR DA BOEMIA
VELHOS AMIGOS, A BOSSA NOVA
NA PARCERIA O POETINHA GENIAL

 

OLORÓ MINHA ILHA, YEMANJÁ AKURÁ
SALVE O FILME, A GLÓRIA NAVEGOU ALÉM MAR
O RISO CHORA DESCE O MORRO ESTÁ NO AR

 

É ASSIM O POETA PRAIANO, CARIOCA BAIANO
MEU CAPITÃO DO MATO, DA LINHA DE XANGÔ É DE ARREPIAR
DIPLOMATA DO SAMBA, PEÇO LICENÇA AO SEU ORIXÁ
MEU SAMBA PRETO COM SUA BENÇÃO VOU CANTAR
SALVE, MÃE MENININHA DO GANTOIS
ALAS NO RUFAR DA BATERIA, UM DELÍRIO SEM IGUAL
A MISTURA DAS RAÇAS, ALMA EM POESIA
IMAGEM DO ANSEIO NACIONAL
CANTORES, VELHA GUARDA, E AS BAIANS "SARAVÁ"
É O AXÉ DO NOSSO CARNAVAL

 

NOÉ MANDOU CHAMAR EU VOU
NO SHOW DESSE CARNAVAL, LEVANTAR POEIRA
ORFEU TAMBÉM VEM BRINCAR
SE VOCÊ SABE SAMBAR
VEM TEM SAMBA A NOITE INTEIRA