Concorrente Império Serrano: Cesar do Cavaco e parceiros

AUTORES: Cesar do Cavaco, Chiquinho do Cavaco, Sérgio 'Pistola', Ribeiro do Império e Paulinho da Gráfica
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: BETINHO
INTÉRPRETES: CARLINHOS DA PAZ, JOVACI & RICO

A TERRA TREMEU, CAXAMBU ACONTECEU
FENDAS NO SOLO TOM ENVOLVENTE NO AR
REVOLVENDO CADA PEDRA CADA GRÃO
RASGANDO AS ENTRANHAS DESTE CHÃO
DOZE FONTES, MUITA ENERGIA
DERAM VIDAS, A TÃO SUBLIME LUGAR
A SERRA MANTIQUEIRANDO BORBOTA CASCATA
CHUÁ… CHUÊ… CHUÁ, CATARATAS CANTAM NA FOZ
DA SERRINHA ENTOANDO A NATUREZA EM SINFONIA
PERCORRE DELEITA NO SEU DESAGUAR
DOCE POESIA O MEU VERSO FOI BUSCAR

POSEIDON DEUS DO MAR SOBRE AS ÁGUAS
BATEU FORTE SEU TRIDENTE
AGITANDO O OCEANO NO BRASIL
VEIO CHEGAR TÃO DE REPENTE

O TEMPO VIA, CRESCERAM FAZENDAS, REISADOS
POUSADAS, LUXUOSOS CASSINOS
ATRAEM TURISTAS SOU REI DO OURO
POESIA NA PONTA DOS PÉS EM LOUVAÇÃO
CONGADAS, NHA CHICA SERPENTEIA MILAGRES
O POVO ACLAMA A PRINCESA E A SUA FERTILIDADE
RELUZ A FORÇA DAS ÁGUAS DESTE RECANTO IDEAL
CHUVAS DE ALEGRIA DESCE A SERRINHA
BRILHA A COROA IMPERIAL

SOU IMPÉRIO, EU SOU POVO
SOU PATENTE
DO VERDADEIRO SAMBA, O EXPOENTE
DE TODOS OS AMORES, O MAIS FRANCO
E A RIQUEZA DAS ÁGUAS
HOJE É O MEU CANTO

A TERRA…