Concorrente Império Serrano: Fabinho e parceiros

AUTORES: Fabinho, Rô Barcellos, Zeca da Penha, Suel Paiva, Luis Carlos D´Avenida e Gê Manhães
INTÉRPRETE: MARQUINHO SACODE & ZECA DA PENHA

DO SEIO DA TERRA BROTOU
ROMPENDO AS ENTRANHAS DESSE CHÃO
A MAIS BELA FONTE DA VIDA
QUE SE FEZ LENDA LÁ NA SERRA
RAZÃO PARA MINHA INSPIRAÇÃO
OH! DEUS DO MAR… POSEIDON, AGIGANTOU COM SEU PODER
O OCEANO AS NOSSAS TERRAS ENCONTROU
TANTAS FONTES DERAM VIDA
QUE O IMPÉRIO SE ORGULHA EM CONTAR

BATE TAMBOR…
CACHA MUMBU ENTOOU… É POESIA
JONGA… BAILA NA GINGA
O JONGO HOJE É DA SERRINHA

NAS RUAS, O BATUQUE MARCA EM EVOLUÇÃO
E TRÁS A FÉ DE UM POVO EM COMUNHÃO
MINEIRAMENTE VEJO O TEMPO PASSAR
TROPEIRO QUE SE FEZ BARÃO
NA FAZENDA DA ROSETA A REINAR
NHA CHICA, A MILAGREIRA
IDOLATRADA ENTRE AS SANTAS DO LUGAR
PROFANO! QUEM SERÁ O REI DO CARTEADO?
NO CASSINO A ETERNA SEDUÇÃO
ÁGUAS… GERANDO VIDA AFINAL
FAZENDO A FESTA DA FAMÍLIA IMPERIAL!

SOU IMPÉRIO SERRANO E CANTO CACHAMBU
O MILAGRE DAS ÁGUAS NA FONTE DO SAMBA
É A SERRINHA EM VERDE E BRANCO
CONTAGIANDO A NAÇÃO IMPERIANA