Concorrente Imperatriz: Zé Katimba

Autor: Zé Katimba

E LÁ VEM IMPERATRIZ COM O ORGULHO PRA CONTAR
O MISTÉRIO E O HEROÍSMO DO MEU POVO DO PARÁ
VOCÊ VAI SE EMOCIONAR EM VER
A MAGIA SE DESCORTINAR
MISTURA-SE AO VERDE DA FLORESTA
NOS RAIOS QUE DESPERTAM A MÃ
TAMBORES RESSOANDO DÃO O TOM DA FESTA
O SAMBA É O MEU MUIRAQUITÃ

SOPRA O DESTINO IBITU NAS ÁGUAS DO RIO MAR
MANTO DE PENA TAPAJÓ E KARAJÁ

JÓIA QUE O INDIO TEM, TUPÃ ABENCOOU
NA CORRENTEZA, IARA LEVOU
PELO PARÁ VEJO BROTAR DOCE RIQUEZA
E RAMOS AO SABOR DA NATUREZA

E A BRAVURA SE FEZ
CLAMENDO LIBERDADE À MARGEM DA IMENSIDÃO
O SONHO NÃO DERIVA, FEZ-SE PERPETUAR
NA RAÇA DESSA GENTE DE LÁ
TANTA FARTURA A ESCORRER
SEIVA DA COBIÇA SANGA NOS SERINGAIS
ENQUANTO EM LUSTRES BRILHAM OS CRISTAIS
MÃOS QUE DANÇAM O CARIMBÓ, SÃO AS MESMAS QUE LHE DÃO TEMPERO
O TALENTO ARTESÃO AOS CÉUS SE JUNTAM EM ORAÇÃO
OH, VIRGEM SANTA
EM NOME DA MINHA FÉ
EU SEREI VITORIOSO, UM ROMEIO ORGULHOSO
NO SÍRIO DE NAZARÉ

VOU CIRANDAR, NO SIRIÁ, VOU ME ACABAR
QUANDO A IMPERATRIZ PASSAR