Concorrente Mangueira 2012 – Samba 66-D

Samba 66-D

MANGUEIRA RISCA O CHÃO DE POESIA
SOB O CÉU DA NOSTALGIA
PRA FALAR DE UMA FORÇA MAIOR
AINDA POSSO OUVIR, A SINFONIA DO MAR
E O CANTO DE DOR   OH OH OH, OH OH OH !!!!!!!
IEMANJÁ CLAREIA, E GUIA NESSE NOVO CAMINHAR
SONHEI COM UM CACIQUE NAS MATAS
DIVINO PODER DE CURAR, A SOMBRA DA TAMARINEIRA
A FÉ… QUE VEIO DESPERTAR
UM SENTIMENTO SINGULAR
NA ESTAÇÃO PRIMEIRA

A NOSSA VOZ, O PRECONCEITO NÃO CALA
NASCEU NA SENZALA, SE FEZ IMORTAL
CRESCEU NO "FUNDO DO NOSSO QUINTAL"

SIM É O " DOCE REFÚGIO " DOS BAMBAS
PALÁCIO DOS ETERNOS SAMBAS
CONSAGRAÇÃO NAS RUAS E SALÕES
RIO EXPLODE DE EMOÇÃO
"CACIQUEANDO" VAI MEU CORAÇÃO
ESPALHANDO " RAMOS " DE ALEGRIA
PARTIDO ALTO, VERSO, PROSA, MELODIA…
INSPIRAÇÃO… A VERDE ROSA ETERNIZOU
"RESPEITE QUEM PODE CHEGAR ONDE A GENTE CHEGOU"

RUFA SURDO UM E VAI DIZER
QUE O SAMBA… NO MORRO… FOI MORAR
SOU CACIQUE… SOU RAIZ… MANGUEIRA
"VOU FESTEJAR"