Concorrente Mangueira 2012 – Samba 81-C

Samba 81-C

Intérprete: Paulinho Mocidade

Preto e Branco, Verde e Rosa
Arvoredos da alegria
Os seus frutos enriquecem a nossa folia

Vou cantar em poesia passos da minha história
A Mangueira comovida vem reviver agora

Na senzala, desiludido fiquei
No batuque, amenizei
O sofrimento e nostalgia
Salve os deuses da magia

Penetrei nos salões requintados
Fui proibido e amado
Em meu mundo encantado prosperei
A minha coroação foi proclamada pela multidão
Que saudade de um tempo que passou
Aquela fera sumiu
O guerreiro atual cinquentenário na sua arte jamais desistiu
Se reuniu lá no fundo de quintal
Com sua nova geração e o apoio da madrinha veio a consagração
Vou festejar
Sou Cacique, sou Mangueira
Meu coração aprendeu bater juntinho com o surdo de primeira
A linda luz me ilumina
Eu sou o samba imortal
Desejo ver a Mangueira campeã do carnaval