Concorrente Mangueira 2012 – Samba 85-B

Samba 85-B

Olha meu amor…
A Mangueira chegou
Nessa avenida vamos exaltar
O brilho negro que venceu a dor
Na profecia de Iemanjá
Embaixo da tamarineira
Num sonho de liberdade
Eu vi um cacique guerreiro
E o dom da floresta me ensinou
A raiz do meu destino
Plantei nessa terra, meu Rio de amor

Levantou a saia, nega
Na festa da Penha pro "sinhô" rezar
Nos salões da burguesia
Não vi a magia do teu requebrar

Na pequena África, a devoção
A mãe baiana me abençoou
A minha tribo, a atração
Até a onça amansou
Dindinha, de pé no chão fez a semente
Caciquear a nossa gente
No verbo fiz meu carnaval
A chama não se apagou
Hoje o samba esquentou lá no fundo do quintal
Herdeiro de Oxossi eu sou, amor
Patrimônio cultural!

Sou fruto da tamarineira
Em verde e rosa vou festejar
Sou cacique, sou Mangueira
O “doce refúgio pra quem quer sambar”