Concorrente Mangueira 2013: Samba 32E

Samba 32 E

Na plataforma da estação o apito em versos
Um mestre a cantar
Conduz a Verde e Rosa em fantasia
Numa doce melodia pelos trilhos do lugar
Que foi palco de muita bravura
Ambição e fartura, lindas águas a correr
Arco íris de um povo marcado, miscigenado
No eldorado a vencer
Mangueira cada parada pára o coração
Tão comovente é olhar
As coisas simples desse chão
Faceira, Cidade Verde jóia rara
Mistérios, lendas e magias
Sob a luz do luar


É dança, é tradição em seus ideais
Paçoca e pequi, festança e quintais,
Saindo em louvação ao bom padroeiro
Proteja e abençoa esse terreiro


Tanta beleza despertou essa viagem
Revelada num cenário sem igual
Chapada dos Guimarães
Um toque tão divinal
O mundo a espera de um dia melhor
Futuro, nova era sem poluição
A Copa que chega e faz delirar!
Cidades se unem num forte cantar
No fim da jornada, nesse carnaval
Ai que saudades lá do Pantanal!


Mangueira é raiz do samba
Cresceu, floresceu em bambas
Eterna primeira, um dom de encantar
A surdo um vai te levar a Cuiabá