Concorrente Mocidade 2012 – Samba 37

 

Autores: Rodrigo, Augusto Listo, Bruno, Falcão e Fabinho do Gogó

Desperta artista
Com meu batuque faço a festa pro sambista
Sapucaí hoje é a sua tela
No seu riscar eu sou a luz da Passarela

Nesse sonho divinal
Desperto cheio de alegria
Meu pincel, Minha fantasia
Em traços fortes sou imagem viva
Emoldurando a inspiração
Das obras o cantar da nossa gente
Em verso e prosa
Garbosa e tão bela
Em verde e branco
Vou pintando a aquarela

Tenho samba no pé
E o talento nas mãos
Desde criança uso a imaginação
Sou Mocidade
Por ti sempre a cantar
No breu da noite a minha estrela vai brilhar

Abrindo meu coração
Revela o sentimento de emoção
Cenas dos 'Brasis' é luz da inspiração
Do cafezal a recordação
Drummond criou Quixote
No poema desenhou a flecha feita de lápis de cor
Nesse sonho genial
Brinco o meu carnaval
Nessa noite de Quimera
Guerra nunca mais
Eu quero é paz
Eu sou favela
Com a Mais Quente vou pintar a sua tela