Concorrentes Mangueira 2012 – Samba 61-D

0 Flares 0 Flares ×

INTÉRPRETE: FERNANDO GOGÓ DE OURO

LÁ ONDE O NEGRO VALENTE NÃO CALA
NEM PRECISA MORAR EM SENZALA
FUI COM AS CINZAS DA SAUDADE RENASCER
LEMBREI DO PRIMEIRO CATIVEIRO
O CRUEL NAVIO NEGREIRO
DIFÍCIL FOI SOBREVIVER
AO DESEMBARCAR, IEMANJÁ APRESENTOU UM NOVO LAR
SOZINHO SUPORTEI A ESCRAVIDÃO
E A ESCURIDÃO, SE FEZ CLARÃO NO MEU CAMINHAR

COM O GRANDE GUERREIRO SONHEI
COMEÇO DE UM NOVO TEMPO
ABRI MEU CORAÇÃO, DESPERTEI!
MEU GRITO LANCEI AO VENTO

RIO DE JANEIRO! TERREIRO DE FELICIDADE
SINA MUSICAL… DIVERSIDADE
PRA ENFRENTAR A BURGUESIA
DISFARCES EM FANTASIA
O SEMBA VIRA SAMBA, CIATA ABENÇOA A FOLIA
SURGE A SELVA DE PEDRA
ONDE A “ONÇA” DEU BOBEIRA
BRILHA O CACIQUE DE RAMOS
SOB A SOMBRA DA TAMARINEIRA
A QUARTA-FEIRA ANUNCIADA
NÃO FOI MAIS O FIM DO CARNAVAL
A ÁRVORE DO SAMBA DEU FRUTO DE BAMBA
NO FUNDO DO QUINTAL, UM CANTO UNIVERSAL

BATE FORTE O TAMBOR
ECOA O SURDO DE PRIMEIRA
SOU CACIQUE VENCEDOR Ô Ô
SOU VERDE ROSA, SOU MANGUEIRA

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×