Concorrentes Mangueira 2012 – Samba 64-A

Samba 64-A

Sou negro de lá
Das terras dos deuses iorubás
Sou Mangueira!
Clamando a proteção dos orixás
Tempestade enfrentei,escravizado pisei
No solo sagrado de são sebastião
Iemanjá em seus braços me acolheu
Disse meu filho esse mundo é seu
Sonhei que o índo guerreiro
Viu minha estrla brilhar
Nas raizes da tamarineira
Magia lá do cantuá

Chegou na praça onze alegria
Água de cheiro tem axé
Banho de mar a fantasia
Festa da penha, umbigada e candomblé

No coração desta cidade mascarados nos salões
Ranchos e grandes sociedades
Nas ruas verdadeiros foliões
Bafo da onça e cacique dividindo emoções
Rivalidade so na folia
Vem do fundo de quintal a poesia
Batuque maneiro pintou no terreiro
Banjo, repique, tamtam e pandeiro
Tamarineira resistência cultural
Doce refugio do meu carnaval
50 anos de paixão verdadeira
Caciquiando com a Estação Primeira

Olha meu amor, vem cá
Vamos pra avenida festejar
Quando o surdo um tocar
Sou cacique Sou mangueira ninguém vai me segurar