Concorrentes Salgueiro 2012 – Samba 7

Autores: Edu Chagas, Irapuan Lima, Al Big Dan, Pedro Bastos, Juarez Oliveira e Luiz Carpinteiro

Salgueiro "de repente"… Oxente
Traz a saga desta arte popular
Parida lá no "véio" continente
Desembarca aqui o modo de versar
A cultura portuguesa no barbante
No Nordeste corre chão, ganha nobreza
Sutileza, encanto e sabedoria
Narrando fatos do dia a dia e opinião
Folhetos que despertam imaginação

Quem sou eu? Meu valor tudo já conhece
Minha rima conta a sina do sertão
Não nego tema, não se "avexe"
Sou o cordel, cabra da peste

Improvisando vou ganhando a vida
Nas feiras e festejos, tradição
Duelos travei, vi causos de amor
Sonhos alados, a fé com louvor
Histórias tão "reais" e sobrenaturais
Lendas e mitos de arrepiar
Se a reza é forte, sigo em frente
Sou valente minha vida é lutar
São tantas memórias, retratos da gente
Na avenida sou poeta trovador
O cavaco é minha viola "sim sinhô"

Poetas do povo, vamos coroar
No reino encantado da inspiração
O branco e encarnado nos faz viajar
"Eita" cordel "arretado", de amor e paixão