Concorrentes Salgueiro 2012 – Samba 8

Autores: Maralhas, Bello do Andaraí, Lucia Padua, Reginaldo Macaé, Alex e Isaac Junior

Hoje meu cordel branco e encarnado
Pinta o retrato do sertão
Pede licença "oxente"
Pra espalhar um repente
Canta minha academia
Da Europa veio herança
Os doze pares, o rei de França
Que me fez um trovador
Falo de amor ou qualquer tema
Com alegria vou compor mais um poema

Tem poesia no ar… lá vem Salgueiro
Com os poetas populares brasileiros
Olha o versado, "vixi"… romance quente
Misterioso causo do oriente

Viola deu o tom pelo nordeste
De Conselheiro e Lampião
Em versos viajei agreste afora
Vi "image", caipora… sai pra lá assombração
Meu santo é forte, me leva ao céu
Com fé e sorte à vitória afinal
Se "avexe" não sertanejo, esse lampejo é real
Vou coroar tua arte no meu carnaval
Antes da "alegre" partida
Eu vou soltar a emoção na avenida

Chegou o Salgueiro, abra seu coração
Tá em festa o sertão… "coisa gostosa"!
"Mexe, remexe" corte do sol dourado
Ê balanço "arretado"… é a Furiosa