Confira análise do desfile da Alegria da Zona Sul cabine a cabine de jurados

Cabine 1 por João Santoro
Depois de todo problema de início de desfile, a apresentação na cabine 1 foi confusa. Na tentativa de abrir a roupa os componentes se complicaram. Adereços foram caindo na pista, não só da comissão mas de outras alas. O casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira realizou sua dança sem maiores problemas. A harmonia da escola não funcionou bem, poucas as alas que cantavam bem o samba. As alegorias não estavam bem acabadas, principalmente a segunda. O abre-alas não estava aceso na primeira cabine. A terceira alegoria parou e formou um buraco em frente ao modulo 1. 
 
Cabine 2 por Alberto João
A comissão de frente apresentou coreografia com diversos movimentos. Porém no fim da apresentação um integrante esqueceu seu adereço e o coreógrafo teve que pegar na frente do jurado. O casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira passou sem problema, mas com pouco vigor e falta de entrosamento na hora do toque de mão. No conjunto de alegorias, o Abre-Alas passou apagado. No segundo carro faltou acabamento na saia. O ponto positivo ficou por conta da leitura do enredo que estava fácil. O samba surpreendeu e teve um bom rendimento. Mas a Evolução da escola não foi boa. Diversas alas embolaram nas outras, algumas correram e a maioria das alegorias teve problema de locomoção gerando buracos.
 
Cabine 3 por Guilherme Alves
A escola chegou ao módulo aos 25 minutos de desfile. Pedaços da fantasia da Comissão de Frente ficaram pelo caminho ao final da apresentação do grupo. Os componentes estavam soltos e os que cantavam, passavam alegria e entusiasmo. Um buraco abriu à frente da terceira alegoria e o destaque de chão que estava a frente da alegoria passou com o costeiro com problemas a deixando curvada. A Alegria da Zona Sul terminou o desfile no módulo aos 50 minutos.
 
 
Cabine 4 por Guilherme Ayupp
Os problemas da Alegria ficaram escancarados no módulo 4. Muita correria da escola para não estourar o tempo. Vários buracos se formaram em diversos pontos do desfile. A apresentação do casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira foi correta, mas sem empolgar. A Comissão de Frente chegou ao último módulo com a indumentária muito prejudicada. A ala de passistas e a bateria de Mestre Esteves levantaram os setores 12 e 13.