Confira análise do desfile da Unidos de Padre Miguel cabine por cabine

Cabine 1 por João Santoro
A Comissão de Frente veio bem vestida e realizou bem sua coreografia na primeira cabine. O casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira também passou limpo e com uma coreografia sem erros. As alegorias da escola estavam bem acabadas e com fácil leitura, assim como as fantasias. Infelizmente a Evolução da escola foi comprometida levando junto o conjunto e a harmonia da escola que vinham bem.
 
Cabine 2 por Alberto João
A Comissão de Frente veio com fantasia luxuosa e coreografia muito trabalhada, mas longa. O casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira foi perfeito. O conjunto de alegorias foi magnífico, mesclando capricho, leitura fácil do enredo e muita criatividade. O mesmo vale para o conjunto de fantasias. Perfeito o trabalho do carnavalesco Edson Pereira. O samba funcionou e o destaque foi para o cantor Marquinhos Art Samba. Em evolução, a escola ficou muito tempo parada na pista e no fim acabou correndo. Foi o ponto negativo no desfile inesquecível da Unidos de Padre Miguel.
 
Cabine 3 por Geissa Evaristo
A Comissão de Frente da Unidos de Padre Miguel chegou ao modulo com 21 minutos de desfile. Representando "Persongens do Jogo da Vida", um dos componentes cometeu um pequeno erro quando os cubos formavam o nome da escola. A letra "O" foi colocada erroneamente como um dos números do dado, o que quando percebido foi rapidamente corrigido. Já o casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira bailou com elegância e simpatia. A dupla fez coreografia em diversas passagens do samba, como: "guerreiro", "vem", "coração". À frente do Abre-Alas, um buraco foi formado, já no inicio da escola. Diretores ocuparam o espaço para tentar "solucionar" o problema. Todas as alegorias possuíam movimento e/ou efeito. O conjunto de fantasias foi confeccionado com materiais luxuosos. Muita pluma e penas de pavão. A saia da Ala das Baianas, tradicionalmente rodada, estava quadrada para representar os egípcios. As alas 4 e 5 permaneceram por mais de 5 minutos paradas a frente da cabine. Destaque para a elegância da Velha Guarda e alegria da ala das crianças.O jurado de enredo cantou o excelente Samba-Enredo da escola durante todo o percurso do desfile da escola neste módulo. A bateria não recuou e a ala de passistas que vinha atrás não evoluiu porque passou correndo assim como as alas posteriores. Na passagem da última ala houve aplausos do público e o carnavalesco, que veio ao final da escola, terminou seu desfile neste modulo com 52 minutos de desfile sem correr, apesar de só faltarem 3 minutos para o tempo máximo permitido.
 
Cabine 4 por Guilherme Ayupp
Os problemas com a alegoria 4 fizeram a escola correr muito no módulo 4. Além disso a apresentação da Comissão de Frente e do casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira se deu de forma muito lenta. Apesar de tudo a escola cantou. As fantasias e alegorias foram fantásticas.