Crise? Mocidade mostra competência nos quesitos, mas tropeça em evolução

 

 

 

 

 

O cenário apontava para uma noite de extremos na Mocidade Independente. Após ter seu presidente suspenso por determinação judicial e conviver com boatos de atraso na produção do desfile de 2014, a Verde e Branco de Padre Miguel faria um ensaio para ''rasgar o chão'' ou se entregaria. O resultado foi nem uma coisa e nem outra. A agremiação da Zona Oeste mostrou ter quesitos fortes, um canto de bom nível, mas precisa melhorar na evolução. Retornando a Mocidade, Lucinha Nobre e Rogerinho mostraram mais uma vez o porquê dominam o quesito e foram os principais destaques.

 

* VEJA AQUI FOTOS DO ENSAIO

 

* VEJA AQUI VÍDEO DO ENSAIO

 

* VÍDEOS ESQUENTA AQUI: SAMBA E BATERIA DA MOCIDADE

 

Presidente da Mocidade desde 2003, Paulo Vianna acatou o afastamento de seu mandato e não esteve presente no ensaio técnico. De acordo com o estatuto da agremiação, Wandyr Trindade, o Macumba, assume provisoriamente o cargo. Ele marcou presença, assim como dirigentes bem próximos a Paulo Vianna e os filhos do presidente afastado. Quem também participou do ensaio foi Flávio da Silva Santos, acusado na nota oficial divulgada pela agremiação de querer ''tomar'' o poder da atual diretoria. Chamou a atenção também o elevado número de seguranças presentes ao ensaio.

 

 

Anderson Abreu, diretor de carnaval da Mocidade, analisou o ensaio. – O ensaio de hoje foi pra fazer a limpeza da escola. A escola chegou, bateu em um tempo legal. Era isso que a gente queria. O ensaio foi perfeito. Acho que a Mocidade fez um grande desfile. A comunidade de Padre Miguel abraça muito bem a escola. Eu nunca vi uma torcida tão apaixonada por uma escola, como a torcida da nação verde e branco. Acho que estamos de parabéns.

 

* VEJA AQUI: ANÁLISE DA BATERIA NO ENSAIO

 

Andrezinho analisou a atuação da bateria. – Existem algumas coisas a serem acertadas, mas até o dia do desfile temos tempo suficiente para isso. Viremos com nosso batuque alucinante, podem ter certeza.

 

Comissão de Frente

 

Em 2014 a Mocidade Independente de Padre Miguel terá Sérgio Lobato no comando de sua comissão de frente. O premiado coreógrafo levou um aperitivo do que pretende mostrar no desfile do dia 03 de março. O grupo apresentou-se com roupas típicas de festas juninas. A coreografia conseguiu entreter o público e foi baseada na letra do samba-enredo com passos de quadrilha. Cabe ressaltar que todos os componentes cantavam com entusiasmo a obra.

 

– Fizemos uma coreografia especial para este ensaio. Da nossa coreografia oficial hoje só trabalhamos a alegria e dinâmica. No dia do desfile faremos uma homenagem ao Fernando Pinto e seu passado, mas é surpresa. Nessa reta final estamos ensaiando diariamente no barracão e finalizando aqui na Marquês de Sapucaí – explicou o coreógrafo Sérgio Lobato.

 

Mestre-sala e porta-bandeira

 

Que aula! Uma apresentação para servir de exemplo para quem um dia quer ser tão bom quanto Lucinha e Rogerinho. Voltando a escola em que foram revelados, a dupla, inspirada e apresentando a coreografia do desfile oficial, mostrou mais uma vez que é diferenciada. Consegue aliar movimentos originais ao que há de mais tradicional na dança. A bandeira sempre perfeitamente desfraldada e o movimento do braço de Lucinha que não está segurando a bandeira são um primor para os olhos. Em determinado momento da dança, ela tira a bandeira da cintura e a oferece aos julgadores. O casal foi apontado pela equipe do site CARNAVALESCO como o destaque do ensaio. Lucinha Nobre ganhou um kit da D´Samba e Rogerinho levou para casa o calendário do ano de 2014 feito pela Brazil Carnival Ooah!.

 

– Estou muito feliz com este prêmio. Quando entro na avenida fecho o olho e danço para este público que nos prestigia sempre. Tem orgulho de cortejar a Lucinha e o pavilhão da Mocidade – disse Rogerinho.

 

Harmonia

 

A avaliação do canto da Mocidade é bem positiva na noite deste domingo. Não foi o máximo do que se espera de uma escola do Grupo Especial pela variação em alguns grupamentos. Os componentes do carro 01 cantaram pouco, assim como as alas 13, 23 e os componentes do carro 06. Nesse ponto, destaque para a ala de baianas, muito bem vestida, a ala de passistas, a Velha Guarda, as alas 21 e 32, além dos componentes do carro 04. A passagem das alas citadas contagiou o público do setor 05, formado em sua grande maioria por mangueirenses.

 

* VEJA AQUI: LUIS CARLOS MAGALHÃES ANALISA O ENSAIO

 

Evolução

 

Esse foi o ponto mais negativo do ensaio da Mocidade. Até a preparação da entrada da bateria no recuo, nenhum problema. Mas neste momento houve um grande espaço entre a ala de passistas e a ala da frente, o que fez com que a escola acelerasse o passo para fechar o espaço e quebrasse a boa fluência vista até então. Em frente ao quarto módulo, a ala 26 passou bem desorganizada, com componentes andando e até conversando. A Verde e Branco ensaiou no tempo de 69 minutos.

 

Com o enredo ''Pernambucópolis'', que será desenvolvido pelo carnavalesco Paulo Menezes, a Mocidade será a primeira escola a desfilar na segunda-feira de folia.

 

Comente: