Cubango faz ensaio de rua correto e demonstra estar pronta para o grande dia

Por Diogo Cesar Sampaio e Winnie Delmar

Última das três escolas que passaram na Amaral Peixoto a ensaiar, o Cubango encerrou bem a noite de domingo. Com componentes soltos e alegres e uma evolução sem correrias, a comunidade mais uma vez fez o seu papel e cantou o samba do Carnaval de 2018 com vontade e garra.

– Acho que a escola está respondendo muito bem. A gente está conseguindo fazer grandes ensaios. A escola está pronta pra desfilar. A comunidade respondeu bem, ela sabe desfilar, é uma máquina de desfilar. Não vai ser diferente esse ano – garantiu Daniel Katar, diretor de harmonia.

Mestre-Sala e Porta Bandeira

cubango_ensaio2801-1Com um bailado de encher os olhos, Diogo Jesus e Thaís Romi deram um verdadeiro show durante apresentação. O casal mostrou estar em sincronia e com grande preparo físico em meio a uma dança repleta de giros e rodopios. A cumplicidade e alegria dos dois eram vistas por todos. Em vários momentos eles também interagiram com público que assistia ao ensaio, dando um verdadeiro exemplo de simpatia.

– Fiquei muito feliz com essa iniciativa (ensaiar três escolas de Niterói na Amaral Peixoto). É importante para atrair ainda mais o público de Niterói para escolas, além de ser um parâmetro do desfile, já que não teve ensaio técnico na Marques de Sapucaí. Aqui podemos colocar em prática o que estamos preparando para o dia oficial. É uma oportunidade de aprimorar a coreografia e sentir a energia do público – disse a porta-bandeira.

– Sem rivalidade alguma entre as escolas, Sossego, Viradouro e Cubango, é muito importante ter essa união, e fazer um grande ensaio para a comunidade, para as três comunidades, isso é muito bom – completou o mestre-sala.

Samba-Enredo

Evandro Malandro, mais uma vez, mostrou estar se sentindo em casa no Cubango. Entrosado com a bateria e a comunidade, o cantor teve uma performance segura a frente do carro de som da escola, conduzindo o samba com maestria. O samba rendeu do início ao fim do ensaio, mantendo um desempenho constante. O ápice de canto e vibração do samba dava-se toda vez que chegava ao refrão “Resgata Cubango”, que tinha esse verso gritado pelos componentes.

cubango_ensaio2801-2Bateria

Cadenciada, a Ritmo Folgado de mestre Demétrius teve um desempenho correto e sem erros durante o último ensaio de rua. Com algumas poucas convenções e paradinhas, sendo essas quase que exclusivamente no refrão principal, a bateria da Cubango mostrou estar bem casada com a obra oficial. A bossa na parte do “Resgata Cubango” deixa ainda mais evidente o canto da comunidade nessa parte do samba.

– A bateria tocou o que a gente vai fazer lá na Sapucaí. O ensaio foi bom que juntou todo mundo, o pessoal da escola também compareceu bastante, foi bom. Apesar de ter uma disputa, é importante interagir com as outras escolas da região – contou mestre Demétrius.

Harmonia

A comunidade abraçou a obra da Cubango para 2018, e isso fica evidente ao ver o canto da escola. Da primeira até a última ala é possível ver componentes cantando. Há certas variações de canto entre as alas, mas no geral é bem uniforme. Os destaques positivos entre as alas são a primeira ala, que é coreografada, e ala dos passistas. O destaque negativo fica por conta das últimas alas, que apresentam maior número de componentes sem cantar nelas.

Evolução

A evolução da Cubango nesse último ensaio técnico se deu de maneira satisfatória. Com componentes desfilando de forma solta e leve, a escola se apresentou de maneira tranquila e sem correrias. Compacta, a escola também não abriu grandes clarões e manteve um ritmo constante. O destaque positivo vai para ala das baianas, cantando e girando sem parar, e passistas, com um samba no pé solto e alegre.

cubango_ensaio2801-1Outros destaques

Cris Alves, de volta ao posto de rainha de bateria do Cubango, deu um show de simpatia e samba no pé a frente da Ritmo Folgado. Com um vestido cheio de brilho em dourado, a beldade interagiu com os ritmistas e com o público que assistia. A coreografia da primeira ala da escola chamou bastante atenção também, arrancando aplausos de quem acompanhava o ensaio.