De alma lavada, Viradouro comemora retorno ao Grupo Especial

 

 

O clima não era de já ganhou. Antes da apuração dos desfiles da Série A do carnaval carioca, o que se via na quadra da Viradouro era uma comunidade de alma lavada, com o sentimento de dever cumprido, após uma de suas melhores performances nos últimos anos. E não deu outra, a Vermelho e Branco de Niterói, que até dois meses atrás tinha um planejamento, mas não um barracão, se sagrou a grande vencedora entre as escolas que desfilaram na sexta e no sábado no Sambódromo.

– Foi um trabalho em conjunto, aonde ganhou todo mundo. Desde o presidente até a pessoa que limpa o banheiro. A gente mereceu – comemorou Gusttavo Clarão, presidente da agremiação.

Uma das apostas da Viradouro para o seu desfile campeão foi o carnavalesco João Vitor Araújo, que confirmou sua competência e junto com sua equipe, ergueram um barracão impecável faltando poucos dias do carnaval.

– A escola está em casa agora, no lugar de onde não deveria nunca ter saído. Deus ajuda aqueles que correm atrás. Fizemos um grande trabalho e esquecemos do tempo, esquecemos dos outros e cuidamos do nosso – declarou o artista ao CARNAVALESCO.

Apesar de liderar do início ao fim da apuração, a escola não foi nota 10 em todos os quesitos. A comissão de frente, de Luciana Yegros, foi penalizada e a coreógrafa lamentou alguns imprevistos que aconteceram no dia do desfile.

– Hoje é uma mistura de sentimentos. Estou muito feliz de ter podido ajudar a levar a Viradouro de volta ao Especial, mas fiquei com muita pena do nosso trabalho, porque parte da nossa comissão, nós não conseguimos mostrar na Avenida porque teria um adereço que, infelizmente, eu não tive como levar para mostrar ao público. Então esse pedacinho da gente não foi apresentado, mas os meninos do elenco estão de parabéns porque entraram na Sapucaí com garra e o resultado final foi o que todos já sabem.

Mestre Pablo, o comandante da Furacão Vermelho e Branco, bateria da Viradouro, não quer saber de descanso e pretende começar mais cedo a preparação de seus ritmistas para a reestreia no Grupo Especial em 2015.

– No Grupo Especial, o buraco é mais embaixo. Vamos trabalhar bastante, começar os ensaios bem antes do que começamos no último ano, pra garantir as notas 10 lá também – conta.

Emocionada, a primeira porta-bandeira da escola, Alessandra Chagas, chegou a quadra bastante aplaudida e comemorou muito, já que além de ser campeã pela escola, também conseguiu junto com seu mestre-sala, Marlon Flores, os 40 pontos do quesito.

– A gente ensaiou e malhou muito o ano todo. Dançamos muito, ensaiando todos os dias da semana e conseguir os 40 pontos foi uma realização. Agora é ensaiar mais e mais para darmos continuidade ao trabalho no Grupo Especial.

A comemoração na quadra durou até a madrugada, com direito a presença dos compositores do samba, do Rei Momo do carnaval do Rio, além dos segmentos e comunidade, que estavam em êxtase com a conquista.

Resultado final da Série A 2014

1 – Viradouro – 299.9

2 – Estácio de Sá – 299.4

3 – Unidos de Padre Miguel – 298.8

4 – Porto da Pedra – 298.7

5 – Cubango – 298.6

6 – Império Serrano – 298.1

7 – União do Parque Curicica – 297.8

8 – Paraíso do Tuiuti – 297.5

9 – Caprichosos – 296.5

10 – Inocentes – 296.2

11 – Renascer – 295.5

12 – Santa Cruz – 295.4

13 – Em Cima da Hora – 294

14 – Alegria da Zona Sul – 293.5

15 – União de Jacarepaguá (rebaixada) – 292.9

16 – Rocinha (rebaixada) -292.6

17 – Tradição (rebaixada) – 291,9

Comente: