De volta ao carnaval carioca, Wander Pires promete arrebentar na Porto da Pedra

 

 

Em 1994, surgia para o cenário do carnaval carioca um talentoso intérprete. Com timbre de voz forte e maneira de cantar diferenciada, valorizando ainda mais a melodia dos sambas, Wander Pires estreou como intérprete oficial no ano em que a Mocidade Independente de Padre Miguel falou sobre a Avenida Brasil. A responsabilidade era grande, substituir Paulinho Mocidade, que havia ficado quatro anos no cargo e tinha conquistado dois campeonatos e um vice pela Verde e Branco de Padre Miguel. Mas Wander não se fez de rogado, venceu a desconfiança inicial e não demorou nem três carnavais para ser apontado como o melhor intérprete do carnaval carioca. Alguns o apontavam até como sucessor de Jamelão. O tempo passou, trouxe anos de destaque, episódios conturbados e uma temporada fora do maior espetáculo da Terra. Em 2012, Wander Pires está de volta ao Grupo Especial e, a julgar pelo desempenho dele nos dois ensaios técnicos da Porto da Pedra, dará o seu show peculiar na Avenida.


Disposto a esquecer os episódios conturbados na carreira, Wander garante que está completamente adaptado ao Tigre de São Gonçalo.


– Estou muito feliz. Agradeço a Deus por essa oportunidade e, ao mestre Thiago Diogo por ter me indicado e preparado o terreno para a minha chegada, é um grande amigo. É claro que quando você chega em lugar novo demora um pouco para se ambientar, as pessoas precisam se acostumar com o seu jeito de ser e você com jeito de ser delas. Pretendo ficar muito tempo na escola e ajudar a fazer a Porto da Pedra ainda maior – disse ele.


Prestigiado após um ótimo rendimento no desfile que deu o título do carnaval paulistano de 2011 para a Vai-Vai, o intérprete comemora o reconhecimento também na terra da garoa e define como especial o novo momento de sua carreira. Apesar do inegável talento, Wander reconhece que não poderia dar tudo de si sem o apoio dos demais membros do carro de som.


– Aqui na Porto da Pedra encontrei músicos de muita qualidade no carro de som. Tanto o pessoal da harmonia(instrumentos de corda), o pedal e todos os cantores e cantoras me dão respaldo e condições para desenvolver o meu melhor trabalho. Incluímos uma coisa diferente em determinadas partes do samba com as vozes femininas e percebemos um ganho grande na interpretação. Fomos criticados pelo enredo e pelo samba, mas posso garantir que a comunidade vai cantar bastante e fazer o desfile da escola render – afirmou Wander, que elogiou o trabalho realizado pelo site CARNAVALESCO nos ensaios técnicos.


A Porto da Pedra será a quinta escola a entrar na Avenida no domingo de carnaval com o enredo 'Da Seiva Materna ao Equilíbrio Da Vida', desenvolvido pelo carnavalesco Jaime Cezário. 

 Comente: