De volta!

0 Flares 0 Flares ×

Por sugestão do meu editor Alberto João vou mudar o formato deste espaço. Passarei a escrever com mais freqüência com textos mais curtos. Ele disse que alguém reclamou da minha ausência por aqui. Deve estar brincando… Vai ficar mais fácil porque agora eu mesmo tenho acesso ao publicador e posso postar a hora que eu quiser!

Estou vidrado na Rocinha!
Um show de organização a final de samba-enredo da Acadêmicos da Rocinha no último sábado. A "Borboleta encantada" está de cara nova sob o comando do jovem presidente Deo Pessoa. A escola apostou em Luiz Carlos Bruno, que tem um estilo moderno de fazer
carnaval, construído nos anos em que esteve na Tijuca. De lá ele trouxe a coreógrafa de alas e carros "Xuxu" (é assim que se escreve?) e para a Comissão de Frente o ótimo Sérgio Lobato (que também passou pela Viradouro).

O samba escolhido tem um refrão "chiclete", letra correta e melodia fluente. Talvez seja o melhor samba da escola nos últimos anos. Era claramente o preferido da quadra, embora os outros finalistas fossem também muito bons. Todos estão de parabéns. Os compositores campeões também representam uma renovação pois são jovens que pela primeira vez concorreram. Isso sempre traz um público novo para
a escola.

Ir à quadra da Rocinha nesta temporada promete ser um bom programa. A quadra ganhou até um estacionamento bem a seu lado,
confortável e seguro, com as obras do PAC. Pra quem achava que após a saída de Maurício Mattos a Rocinha perderia força, parece será
o inverso!

Disputa acirrada
Está pegando fogo a disputa de samba na Beija-Flor. Os sambas estão nivelados e as apresentações fantásticas. Merece todos os elogios a proibição de alegorias nas torcidas, determinada pelo Laíla. Assim a gente pode sentir como os sambas se refletem nos seus próprios torcedores. Acabou aquele negócio de se esconder atrás de bolas e bandeiras. Alías, essas torcidas "compradas" que carregam bandeiras
e não cantam os sambas são patéticas.

Mesmo com o equilíbrio dá pra apontar o samba 39 (Samir Trindade) como favorito. Ele tem uma pequena vantagem sobre o 75
(Amendoim) e o 77 (Marcelo Guimarães), cujas torcidas estão muito vibrantes. A diferença parece estar na manifestação da comunidade a esta obra. Qualquer que seja o escolhido a escola terá a sua disposição um samba com potencial para fazê-la brigar pelo título.

Convido os amigos a me acompanharem na nova mania da rede. www.twitter.com/eugenioleal

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×