Desfilando com alegria, Dragões da Real mantém o bom nível dos últimos carnavais

 

 

Estabilizada no Grupo Especial, a Dragões da Real foi a quarta escola a desfilar, na madrugada de sábado, 1, no Anhembi. Com uma passagem alegre, a escola da Vila Anastácio relembrou grandes momentos e personagens das décadas de 80 e 90, em um desfile onde a comissão de frente, a maquiagem dos componentes e as fantasias bem acabadas mereceram destaque.

* VEJA A GALERIA DE FOTOS DO DESFILE

A comissão de frente da Dragões da Real relembrou o sucesso ‘Thriller”, de Michael Jackson. Com um tripé representando um pequeno cinema e com seus componentes muito bem maquiados, a coreografia tinha dois momentos. No primeiro, os componentes fazem parte da plateia do cinema, e estão assistindo a um filme de Michael Jackson, que também estava na plateia. Em um momento, a plateia corre de medo da sala e vai para a pista sambar. Em outro momento, os mortos começam a ressuscitar e Michael Jackson se junta a eles. A plateia volta correndo para o cinema, e Michael dança seu sucesso na avenida.

No abre-alas, a Dragões já apresentou seu Museu de Novidades. Máquinas de datilografia, televisores antigos, rádios e os mais diversos aparelhos eletrônicos compunham o carro que tinha como guardião o símbolo da escola, o Dragão. Na parte traseira do carro, um quadro com Rosa Magalhães e Fernando Pamplona fazia homenagem aos estudiosos do carnaval. Rosa, que é carnavalesca da escola, aparece ao lado de seu mestre. O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Rubens e Lisandra, veio representando o Movimento Punk, sucesso nos anos 80 e 90. Na quarta ala, a coreografia tomou conta da avenida. Dançando new ave, hip hop, funk e rap, os componentes da Ala Ritmos tinham um visual colorido e rádios boombox sobre os ombros.

Uma grande pista de dança e esculturas dos membros da banda Kiss fizeram parte do segundo carro da Dragões da Real. Dois dragões faziam as vezes de guardiões dos roqueiros, que fizeram muito sucesso na década de 80.

Após a música, o mundo dos brinquedos tomou conta do desfile da tricolor da Vila Anastácio. Uma ala coreografada vestida de cubos mágicos e seguida pela Ala das Baianas, que representavam a coleção de Bonecas Moranguinho, sucesso nos anos 90. Além disso, a décima ala, relembrando o Pula Pirata, também merece destaque. Encerrando o setor, o terceiro carro teve uma grande escultura de um menino, jogando seu game e cercado por brinquedos diversos.

O quarto carro alegórico da Dragões homenageou os sucessos da televisão nas décadas de 80 e 90. Xuxa Meneghel, Chacrinha e suas Chacretes e a Turma do Balão Mágico foram os escolhidos pela carnavalesca para a homenagem.

A Ala de Passistas representando os super-heróis, abriu caminho para a última alegoria da escola, que prestava homenagem ao cinema. Os Trapalhões, O Caça-Fantasmas, Freddy Krueger, Chuck e a Família Adams foram alguns dos lembrados no carro da escola, que encerrou sua apresentação aos 59 minutos.

Comente: