Destaques em 2014, Daniel e Alcione vibram com Estrela do Carnaval

 

 

Eles não formam mais o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Estácio de Sá, mas a amizade continua e a comemoração pelo prêmio Estrela do Carnaval também. Daniel e Alcione se separaram, pois o mestre-sala agora é contratado da Grande Rio. Em conversa com o CARNAVALESCO, Daniel vibrou com o prêmio oferecido pelo juri do site. – Esse é o prêmio que eu mais almejava, o que faltava pra mim, porque é uma premiação de pessoas que entendem e acompanhar o carnaval – disse.

No domingo, dia 13 de abril, eles vão ser homenageados durante a premiação do Estrela do Carnaval 2014, que acontece na quadra do Salgueiro, a partir das 13h. Você também pode ir na feijoada do Estrela do Carnaval 2014. Pelo terceiro ano, a festa vai reverenciar sambistas da Série A e do Grupo Especial, além de prestar uma homenagem especial àqueles que mais se destacaram ao longo dos 30 anos de existência do Sambódromo carioca. Para a melhor escola de São Paulo, o site CARNAVALESCO vai premiar a Mocidade Alegre. O prêmio também terá uma categoria especial. Chamada de Bem Vindo ao Estrela do Carnaval, a categoria em 2014 vai homenagear a Unidos de Bangu, que venceu o Grupo B, na Intendente Magalhães, e ano que vem desfilará no Sambódromo. A camisa-convite já está à venda na quadra e no Centro Cultural Djalma Sabiá, e custa R$ 35 antecipada. Vale lembrar que não há reserva e tampouco cobrança de mesa na quadra. A ocupação é por ordem de chegada ao evento.

Alcione já venceu o Estrela do Carnaval em 2010 e concorda com a tese de Daniel. – É super importante esse prêmio, porque ele confirma que o trabalho foi bem desenvolvido, o juri é altamente capacitado – explicou.

O brilho de ambos no carnaval fez com que Daniel fosse procurado pela Grande Rio para substituir Luís Felipe. Alcione lamentou a perda de seu par, ma se disse feliz pelo avanço profissional do companheiro. – Ele sempre me deixou a par de tudo, somos amigos acima de tudo. Desejo a ele todo sucesso do mundo – disse a porta-bandeira.

Comente: