Dirigentes das escolas do Grupo Especial cancelam rebaixamento da Grande Rio e Império Serrano

dirigentes_escolasA noite desta quarta-feira, dia 28 de fevereiro, vale para oficializar que o regulamento do Grupo Especial segue pelo segundo ano sem ser cumprido. Em decisão do colegiado de presidentes (10 votos a 2), apenas Mangueira e Portela votaram contra, os dirigentes das escolas de samba do Grupo Especial decidiram cancelar o rebaixamento da Grande Rio e do Império Serrano. Com isso, os desfiles do Especial em 2019 vão ter 14 escolas, já que a Viradouro sobe por ter sido a campeã da Série A.

carta_prefeitoLEIA AQUI – Presidente de honra da Grande Rio: ‘Quem tem amigo não morre pagão’

A proposta do não rebaixamento da Grande Rio surgiu após a quarta-feira de cinzas pelo presidente Fernando Horta, da Unidos da Tijuca, que disse ter ficado sensibilizado com o drama da escola de Duque de Caxias, que teve seu último carro quebrado, e terminou o desfile cinco minutos após o tempo permitido. Em 2017, a escola do Borel tinha sido beneficiada com a mesma decisão, mas antes da apuração, e como ficou no grupo, sem precisar do apoio, a beneficiada foi a Paraíso do Tuiuti, que na época foi rebaixada pelos julgadores, mesmo fazendo um desfile que não merecia tal colocação.

Dessa vez, a Tijuca levantou a ideia do abaixo-assinado. Até a noite desta quarta-feira, apenas três escolas não tinham assinado o documento, Vila Isabel, Portela e Mangueira. Porém, hoje, durante a plenária somente a Verde e Rosa e a Azul e Branco de Oswaldo Cruz e Madureira mantiveram a decisão de cumprir o regulamento. Como o acordo não poderia beneficiar apenas a Grande Rio, o Império Serrano que ficou em último lugar e terminou seu desfile com dois minutos antes do tempo mínimo, entrou no bolo e seguirá na elite do carnaval carioca.

Em entrevista ao site Sambarazzo, o presidente da Liesa Jorge Castanheira disse que o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, enviou um ofício para Liesa solicitando que a Grande Rio pudesse permanecer no Especial.

– Temos um passo atrás para tentarmos dar dois passos à frente no futuro – disse o dirigente.

Como o Grupo Especial terá 14 escolas, a Amebras terá que deixar o barracão 1 da Cidade do Samba para que a Viradouro possa ocupar o espaço. A Grande Rio e o Império Serrano seguem nos barracões que já ocuparam esse ano.

2 comentários em “Dirigentes das escolas do Grupo Especial cancelam rebaixamento da Grande Rio e Império Serrano

Os comentários estão desativados.