Dor e tristeza na Vila Vintém: acidente com porta-bandeira frustra belo desfile da Unidos de Padre Miguel

0 Flares 0 Flares ×

Por Guilherme Ayupp

Fotos: Allan Duffes
Fotos: Allan Duffes

A Unidos de Padre Miguel mostrou no desfile desta madrugada no Sambódromo que não estava para brincadeira. Com um visual de Grupo Especial e um chão de emocionar, a agremiação parecia finalmente carimbar seu passaporte para a elite do Carnaval em 2017 com o enredo “Ossain: o poder da cura”. Entretanto uma dessas fatalidades que não se encontra explicação pode adiar por mais um ano o sonho da comunidade da Vila Vintém.

Ao se apresentar no módulo duplo de julgamento, a porta-bandeira Jéssica Ferreira escorregou e sofreu uma queda impressionante. Impossibilitada de continuar o desfile a jovem foi substituída pela segunda porta-bandeira Cássia Martins. Transferida para o hospital Souza Aguiar a dançarina sofreu uma entorse no joelho. Com isso a Unidos de Padre Miguel pode ter seu julgamento em pelo menos três quesitos comprometidos: enredo, mestre-sala e porta-bandeira e evolução.

upm_desfile_2017_108

Comissão de Frente

A comissão de frente apresentou uma coreografia em que simbolicamente convocava Exu para clamar que Ossain curasse as mazelas que fazem o planeta sangrar. O grupo realizou uma coreografia forte e com uma indumentária muito bem produzida, incluindo uma maquiagem que marcava a expressão dos dançarinos. A apresentação vinha perfeita até a subida no tripé. O globo que saiu do elemento deveria acender, mas em frente à primeira cabine de julgamento o led não funcionou.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

O casal vinha fazendo uma grande apresentação no primeiro módulo de julgamento até que no final da mesma a bandeira enrolou comprometendo a atuação dos dois. Quando dançavam na cabine dupla de julgamento Jéssica foi ao chão de maneira impressionante, dando um grito de dor.  No chão, ela foi atendida e a apresentação foi bruscamente interrompida. Em um ato comovente o mestre-sala Vinicius passou a bailar sozinho e com a bandeira, emocionando toda a Avenida. A segunda porta-bandeira Cassia Martins se apresentou junto de Vinicius na própria cabine dupla e no último módulo.

Harmonia

A harmonia da escola poderia ter tido um desempenho melhor. Primeiro porque nas alas iniciais o canto não estava satisfatório. Quando a agremiação precisou ficar um longo tempo parada devido ao ocorrido com a porta-bandeira muitos componentes acabaram desconfiando que algo estava acontecendo. O canto só se normalizou quando a bateria deixou o recuo e a escola passou, aí sim, a cantar a plenos pulmões e demonstrar a garra esperada.

Abre-alas do desfile da Unidos de Padre Miguel no Carnaval 2017

Enredo

O carnavalesco Edson Pereira acertou na setorização do desfile e o enredo da Unidos de Padre Miguel foi apresentado de maneira perfeita tanto na concepção quanto na realização do enredo “Ossain: o poder da cura”. O artista demonstra toda a sua versatilidade ao mostrar a mesma qualidade com um tema africano, A plástica de excelente realização favoreceu a compreensão do enredo. Devido à ausência do segundo casal no setor indicado no roteiro oficial de desfiles, por conta da situação emergencial, a escola pode ser punida no quesito.

Evolução

O quesito é o que pode comprometer o grande desfile da Unidos de Padre Miguel. O acidente envolvendo a porta-bandeira fez com que a escola permanecesse um longo período parada entre as duas primeiras cabines de julgamento. Irregular, a evolução teve pontos de aceleração e lentidão ao longo de vários momentos. No que diz respeito à espontaneidade das alas, os componentes brincaram e evoluíram muito bem.

Samba-Enredo

Um dos pontos mais fortes do desfile da Unidos de Padre Miguel foi o seu samba-enredo. Comandado pelo intérprete Pixulé, que conduziu com maestria a obra, o rendimento da obra favoreceu o canto da escola. Em determinados momentos do desfile da vermelha e branca o público das frisas e arquibancadas cantou junto com a escola, em um dos momentos mais fortes de comunicação de todos os desfiles da Série A.

upm_desfile_2017_083

Fantasias

Edson Pereira preparou um excelente conjunto de figurinos. As fantasias eram volumosas, mas em momento algum atrapalhou os componentes. Em todos os setores havia roupas muito bem feitas, principalmente na abertura da agremiação. Figurinos que impactaram bastante com uma riqueza de detalhes e uma leitura fácil.

Alegorias

O melhor conjunto de alegorias de toda a Série A em 2017. Todos os carros possuem qualidades a serem destacadas. Mas o abre-alas da Unidos de Padre Miguel poderia tranquilamente ter passado no domingo ou segunda de Carnaval no Grupo Especial. O segundo carro impressionou quando a preta velha entrou na casa.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×